A exchange de criptomoedas Coinbase foi forçada a limitar o tráfego para seu site após sua estreia publicitária no Super Bowl LVI no domingo.

Um comercial de 60 segundos durante o evento apresentava um QR Code que levava o usuário a se cadastrar na corretora para receber o equivalente a US$ 15 em Bitcoin.

No entanto, o anúncio atraiu uma grande quantidade de visitantes ao seu site que apresentou instabilidades no funcionamento.

Segundo a empresa, esse foi o tráfego recorde registrado pelos servidores, mas o problema teria durado apenas alguns minutos.

“A @coinbase acabou de ver mais tráfego do que já encontramos, mas nossas equipes se uniram e só tiveram que limitar o tráfego por alguns minutos”, disse o diretor de produtos da empresa, Surojit Chatterjee, no Twitter na noite de domingo. "Agora estamos de volta e prontos para você."

Apesar da enorme quantidade de pessoas reclamando que não conseguiam acessar o site, logo após a exibição do comercial em um dos horários mais caros e disputados da televisão norte-americana, a simplicidade do anúncio também ganhou elogios. 

O investidor bilionário Mark Cuban twittou: "O anúncio do QRcode foi brilhante".

A Coinbase teve o comercial mais criativo do Super Bowl de domingo.

O anúncio apresentava um QR code com o símbolo mudando de cor e movimentação na diagonal que lembrava bastante a tela de descanso de aparelhos de DVD.

O Super Bowl deste ano foi um momento marcante para os comerciais de criptomoedas, com as exchanges FTX e Crypto.com também anunciando seus produtos. 

O jogo, em que o Los Angeles Rams venceu o Cincinnati Bengals, foi disputado no SoFi Stadium de LA, em homenagem a outra exchange com capacidade de ativos digitais.

Acredita-se que o anúncio de 60 segundos da Coinbase tenha custado cerca de US$ 14 milhões, com a CNN informando que um comercial de 30 segundos custaria cerca de US$ 7 milhões.

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022.