O mercado de criptomoedas ruma para mais uma semana positiva após o Bitcoin (BTC) ultrapassar os US$ 44 mil em meio ao possível uso da moeda digital como meio de troca para exportações de petróleo e gás russo.

O ministro da Energia da Rússia, Pavel Zavalny, disse em entrevista coletiva na quinta-feira que o país está disposto a aceitar bitcoin em troca de exportações de petróleo e gás de países "amigáveis".

Com as sanções abrangentes sobre sua guerra na Ucrânia, a Rússia está aberta a aceitar diferentes moedas para suas exportações. 

Países como China e Turquia, podem pagar com suas próprias moedas ou mesmo na principal criptomoeda, disse ele.

"Há muito tempo estamos propondo à China que mude para acordos em moedas nacionais por rublos e yuans ", disse Zavalny. 

"Com a Turquia, pode ser liras e rublos".

"Portanto, pode haver uma variedade de moedas, e essa é uma prática padrão. Se eles querem bitcoin, vamos negociar bitcoin”, acrescentou.

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022".

Já os países ocidentais, "podem pagar em rublo e ouro se quiserem comprar energia russa", segundo comentários traduzidos. 

As observações de Zavalny sugerem que a Rússia passou a ser mais flexível sobre o uso de alternativas ao euro ou ao dólar americano, a moeda dominante no comércio internacional, para pagamento.

A energia é a fonte de renda mais importante para a Rússia. Em 2021, o comércio de petróleo e gás gerou US$ 119 bilhões em receita para o país, segundo a Reuters.

A declaração veio logo após os comentários do presidente russo Vladimir Putin na quarta-feira exigindo que os países “hostis” paguem pelo gás russo em rublos.

A medida visa impulsionar a moeda russa, que perdeu mais de 20% em valor este ano.

Zavalny também disse que apoia a decisão do presidente russo.

"Se eles querem comprar, que eles paguem em moeda forte, e isso é ouro para nós, ou paguem como for conveniente para nós, esta é a moeda nacional", disse.

Putin disse em 2021 que reconhecia o valor das criptomoedas, mas disse que era muito cedo para avaliar sua utilidade para pagamentos transfronteiriços no comércio de petróleo. 

Ainda assim, ele disse que a Rússia estava interessada em abandonar os pagamentos denominados em dólares.

Antes de sua invasão da Ucrânia, a Rússia passou a reconhecer formalmente o bitcoin e outros criptoativos como moedas.

Fonte: Business Insider

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022".