Uma das maiores dúvidas do investidor de longo prazo é identificar o momento certo de vender uma ação.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Saber a melhor hora de vender ações é fundamental para não se desfazer de um ativo antes da hora ou tarde demais e acabar perdendo dinheiro na Bolsa de Valores.

A volatilidade do mercado pode criar bons momentos para comprar ações, mas também pode dar sinais sedutores para vender as ações.

Certamente você já escutou que o segredo para ganhar dinheiro com ações é comprar na baixa e vender na alta.

De forma resumida, os principais critérios para comprar ações são: empresa com bons fundamentos e negociada com desconto sobre seu valor intrínseco.

Da mesma forma, existem cenários onde o melhor a se fazer é se desfazer de uma ação.

Saiba quando vender e quando não vender uma ação.

Quando não vender uma ação?

O simples fato do preço de uma ação subir ou descer não define o momento certo de vender os papéis.

Primeiro porque o mercado acionário oscila constantemente e nem sempre a alta ou baixa tem um fundamento concreto. Muitas vezes é especulativo.

Quando as ações estão em queda, a reação da maioria é vender as ações. Esse é um viés comportamental motivado pelo medo da perda.

Isso gera um efeito manada. Com mais pessoas vendendo, mais o preço do ativo cai e mais as pessoas vendem.

No entanto, não é porque está em baixa que este é o melhor momento para vender uma ação.

Você só deve vender ações quando isso for coerente com sua estratégia.

Portanto, antes de vender uma ação se pergunte os motivos que o levaram a comprar essa ação.

Você acredita no potencial da empresa?

Pesquisou e avaliou seus fundamentos?

Se sim, você sabe o valor real do seu investimento.

Caso a análise esteja correta, é muito provável que a empresa se recupere e volte a crescer no longo prazo.

Sendo assim, uma queda não deve fazer com que você diminua sua participação na companhia.

Se ela continua com bons fundamentos, esse momento de baixa se revela uma ótima oportunidade para comprar mais ações com desconto.

Então, se na baixa não é o melhor momento para vender, devo vender na alta?

Depende.

Ela já cresceu tudo que poderia? Se sim, é uma boa hora para vender. Se não, vale a pena segurar mais tempo as ações.

A forma mais simples e rentável de ganhar dinheiro na bolsa de valores é investir em empresas com bons fundamentos pensando no longo prazo.

Vender as ações antecipadamente somente pela variação de preço no curto prazo é especular.

Mas afinal, qual o momento certo de vender ações?

Quando vender uma ação?

Antes de comprar uma ação você deve fazer uma análise fundamentalista para analisar os fundamentos da empresa, pensando em permanecer com os papéis no longo prazo.

Porém, mesmo assim existem momentos em que o melhor é se desfazer das ações.

Veja os 3 cenários para vender uma ação com lucro:

Quando os fundamentos deixam de ser atrativos

Mesmo com muito estudo e análise algo pode passar despercebido ou as coisas podem simplesmente mudar.

Os fundamentos da empresa podem modificar significativamente devido a fatores internos e externos.

As possibilidades são as mais variadas possíveis.

Uma vantagem competitiva pode deixar de existir, a entrada de novos concorrentes no mercado, mudança da demanda, produtos e serviços se tornaram obsoletos, mudança na regulação, mudança na governança, etc.

Caso os fundamentos que o fizeram investir na empresa no primeiro momento mudem, é hora de considerar vender suas ações.

Quando os fundamentos da empresa se deterioraram, há um reflexo direto nos indicadores financeiros e fundamentalistas.

Ao observar uma deterioração severa destes indicadores, venda as ações.

Quando a ação estiver acima do seu valor intrínseco

Se a empresa está cara em comparação ao que ela realmente vale, é hora de vender as ações.

Ao comprar uma ação, o investidor pode fazer um estudo para determinar o chamado “preço-justo” de uma ação.

Assim, se esse valor estimado for R$ 10 e na bolsa ela estiver sendo negociada a R$ 7, quer dizer que ela está barata.

O mesmo raciocínio vale para identificar o momento da venda.

Quando o preço atinge seu valor justo (valor intrínseco), a margem de segurança desapareceu e diminuiu o potencial de alta da ação.

Este é o momento de reavaliar o investimento para verificar se ainda há algum potencial de valorização, uma vez que o preço-justo pode ter mudado desde a data do investimento inicial.

Caso o papel esteja com o preço próximo ou acima do seu valor intrínseco, o melhor a se fazer é realizar a venda e buscar novas ações com bons fundamentos, mas com preços descontados.

Quando uma oportunidade mais atrativa aparecer

Caso identifique uma empresa com um potencial de retorno mais atrativo ou simplesmente que faça mais sentido para a composição do portfólio no momento, deverá considerar a possibilidade de vender suas ações.

Onde Investir na Queda da Bolsa? Baixe a Lista de 3 Ações para Investir Agora.

Quando vender uma ação vale a pena?

O investidor fundamentalista deve comprar uma ação sem a expectativa de vender.

Desta forma será muito mais cuidadoso e criterioso em sua análise.

Isso também fará com que se sinta muito mais tranquilo perante a volatilidade do mercado.

Além disso, um giro intenso da carteira gera custos com corretagem, emolumentos e impostos que reduzem o valor total do patrimônio ao longo do tempo.

Porém, mesmo com uma estratégia de longo prazo, existem ocasiões em que o melhor a se fazer é se vender os papéis.

Um exemplo é quando você faz uma análise errada.

Neste caso, o mais importante é reconhecer e corrigir o erro rapidamente para evitar maiores perdas.

Também não pode confundir o Buy and Hold com Buy and Forget.

Após fazer toda a análise fundamentalista para a compra das ações, continue acompanhando os ativos regularmente para garantir que os fundamentos se mantenham os mesmos.

Existem 3 momentos em que o investidor de longo prazo deve pensar em se desfazer de suas ações:

  • Quando as ações atingem seu valor intrínseco;
  • Quando a operação se torna negativa com potencial prejuízo;
  • Quando aparece uma oportunidade melhor.

Onde Investir na Queda da Bolsa? Baixe a Lista de 3 Ações para Investir Agora.