O que é Patrimônio Líquido

Patrimônio Líquido

O que é Patrimônio Líquido. Entenda melhor o conceito de Patrimônio Líquido e descubra sua importância!

O que é Patrimônio Líquido

Patrimônio Líquido é um conceito contábil que representa os valores que os acionistas ou sócios têm na empresa em um determinado momento, considerando o ativo e o passivo.

É um dos conceitos mais relevantes no Balanço Patrimonial, um dos principais relatórios contábeis utilizados por analistas.

Banner will be placed here

Como calcular o Patrimônio Líquido 

O Patrimônio Líquido é o resultado da diferença entre os valores do ativo (bens e direitos) e do passivo (obrigações) de uma empresa.

Primeiro, vale ressaltar que o Balanço Patrimonial é um relatório contábil dividido em duas colunas. 

A coluna da esquerda abrange o ativo, enquanto a coluna da direita abrange o passivo e o Patrimônio Líquido.

O ativo é constituído por todos os bens e direitos que a empresa tem ou pode receber. Entre as principais contas do ativos, estão:

  • Duplicatas a receber;
  • Equipamentos e máquinas;
  • Imóveis;
  • Marcas e patentes,

O passivo abrange todas as obrigações financeiras referentes à manutenção das atividades da empresa, como:

  • Aluguéis;
  • Empréstimos e financiamentos;
  • Impostos;
  • Pagamento de fornecedores;
  • Salário dos funcionários.

Por sua vez, o Patrimônio Líquido pode ser calculado a partir da diferença entre o valor do ativo e do passivo.

Essa diferença considera alguns valores como o capital social da empresa, por exemplo.

Exemplos de Patrimônio Líquido 

As contas do Patrimônio Líquido são determinadas pela Lei 11.638/2007

Essa lei estende-se às sociedades de grande porte disposições relativas à elaboração e divulgação de demonstrações financeiras.

Entre as principais contas do Patrimônio Líquido, temos:

  • Ações em tesouraria;
  • Capital social;
  • Lucros acumulados;
  • Reservas de lucros.

As ações em tesouraria são emitidas pela empresa e depois o valor das ações adquiridas por ela mesma no mercado.

Por sua vez, o capital social é o montante necessário para que um determinado negócio inicie suas atividades e manutenção até o momento de gerar lucros. 

Cabe destacar que esse montante é constituído por recursos de seu titular, sócios ou acionistas da empresa.

Os lucros (ou prejuízos) acumulados correspondem à soma dos resultados positivos (ou negativos) obtido nas Demonstrações de Resultado do Exercício (DRE).

Por fim, as reservas de lucros são os valores da apropriação de parte dos lucros conforme a Lei 11.638/2007 ou da vontade do proprietário.

Papel do Patrimônio Líquido 

O Patrimônio Líquido é fundamental para avaliar a capacidade de geração de recursos da empresa.

Considerando a diferença entre ativo e passivo em um determinado momento, o resultado positivo indica que a empresa é capaz de gerar recursos a partir de seus investimentos.

Por outro lado, quando o Patrimônio Líquido é negativo, significa que o passivo é maior do que os ativos da empresa.

Entre os principais fatores que levam a um resultado negativo, estão:

  • Crises econômicas;
  • Excesso de dívidas;
  • Investimentos inadequados ou mal geridos;

Diante da possibilidade de ocorrer essas adversidades, é importante estabelecer uma estratégia a fim de evitar esse resultado. Essa estratégia pode contar com reservas de lucro, por exemplo.

Relação entre Patrimônio Líquido e ROE

O retorno sobre o patrimônio líquido é um dos principais indicadores econômico-financeiros utilizados por analistas.

A sigla ROE vem do inglês Return on Equity e pode ser entendida em português como Retorno Sobre o Patrimônio Líquido.

Esse indicador pode ser calculado a partir da relação entre o lucro líquido e o patrimônio líquido médio da empresa:

ROE = (Lucro Líquido/Patrimônio Líquido) x 100 

Dessa forma, o ROE indica a capacidade de geração de lucro pela empresa a partir dos investimentos feitos por seus acionistas, sócios e titular.

O ROE é uma ferramenta importante para o investidor comparar a rentabilidade entre empresas e identificar qual delas tem a melhor taxa de retorno.

Cabe destacar que o investidor deve considerar outros indicadores junto com o ROE em sua análise antes de tomar uma decisão de acordo com seus objetivos e perfil.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE