O que é Papel
SIMULE AGORA

Papel

O que é Papel. Entenda melhor o conceito de Papel e descubra sua importância!

O que é Papel

Papel é um termo utilizado no mercado financeiro que pode se referir a um ativo financeiro ou ação de uma determinada empresa.

No geral, o termo é encontrado no plural “papéis”. São chamados assim pois, historicamente, os títulos das empresas (isto é, a fração dos direitos societários) eram impressos em papel.

Banner will be placed here

Origem do Termo Papel no Mercado Financeiro

As ações são títulos que representam as parcelas (ou frações) do valor de uma determinada empresa. 

Essas parcelas eram chamadas de papéis anteriormente, quando eram negociadas através de pregão presencial, pois o registro de compra ou venda eram impressos em papel

Por essa razão, o termo “papel” é utilizado até hoje para se referir às ações. 

Atualmente, todo o processo de compra e venda dessas parcelas é feito de forma online. As ações são títulos digitais dessas parcelas.

Os títulos são registrados de forma eletrônica em uma corretora de valores e em outras entidades do mercado financeiro.

Dessa forma, é possível realizar esse processo de compra ou venda em qualquer lugar do mundo, a qualquer momento.

Quando uma empresa abre capital para o público, são emitidas ações na Bolsa de Valores. O IPO (Initial Public Offer) pode ser entendido como a realização de uma oferta pública inicial de ações. 

O objetivo da abertura é captar recursos, a fim de realizar investimentos e promover seu crescimento, por exemplo.

No Brasil, as compras e vendas de papéis são realizadas na B3, através de sistemas padronizados e sofisticados que visam assegurar a transparência e a liquidez no mercado.

Desde o fim dos anos 2000, os acionistas se encontram online através de um home broker, que é um sistema que permite a negociação de ações e outros ativos financeiros por meio da internet.

Dessa forma, é possível negociar diversos ativos na Bolsa de Valores, como ações, commodities e contratos futuros.

Tipos de Papéis Negociados na B3

Os papéis de uma determinada empresa podem ser representados por um ticker na B3.

Esse ticker que tem quatro letras representando a sigla da empresa e os números, de acordo com seu tipo.

Existem dois tipos básicos, que podem ser escolhidas pelo investidor de acordo com sua estratégia:

  • Preferenciais (PN);
  • Ordinárias (ON).

As ações ordinárias nominativas (ON) conferem aos acionistas o direito de voto nas assembléias, que definem algumas diretrizes das empresas.

Entre elas, estão a definição da equipe de gestão da empresa e investimentos a serem realizados, por exemplo.

As ações do tipo ON são classificadas com o código 3 no ticker. Por exemplo, o ticker da VALE S/A é VALE3.

Já as ações preferenciais nominativas (PN) não têm direito de voto, mas os acionistas têm o direito de receber dividendos com prioridade. Em caso de liquidação da empresa, serão prioridade no recebimento.

Por sua vez, as ações do tipo PN são classificadas com os códigos 4, 5 ou 6 (de acordo com a classe). Por exemplo, ITUB4 e ELET6.

Classificação setorial: Papel 

O termo Papel também pode ser encontrado na classificação setorial de empresas listadas na B3, dividido em:

  • Setor;
  • Subsetor;
  • Segmento.

Nessa classificação, são considerados os produtos e serviços que mais contribuem para a formação de receitas das empresas.

Dessa forma, o termo Papel pode ser encontrado em subsetor (Madeira e Papel) e segmento (Papel e Celulose), que estão no setor de Materiais Básicos, de acordo com o site da B3.

As principais empresas do segmento de Papel e Celulose listadas na B3 são:

  • Irani Papel e Embalagem S/A (RANI3);
  • Klabin S/A (KLBN11);
  • Suzano S/A (SUZB5).

Nota-se que essas empresas podem produzir papel para folhas de imprimir e escrever, embalagens, uso sanitário e outros fins.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE