O que é Overallotment

Overallotment é um lote suplementar de ações de uma empresa disponibilizado para ser comprado pela instituição que coordenou e intermediou uma oferta de ações a fim de estabilizar o preço das ações.

Dito de outra maneira, Overallotment é uma tática utilizada por underwriters, instituição que intermediou a negociação, para estabilizar os preços iniciais das ações ao aumentar a oferta de ações.

Trata-se de uma prática considerada normal e legalizada pelos mercados financeiros, consistindo unicamente em uma forma de suplementar e ampliar a oferta de ações iniciais a partir da instituição que intermediou a negociação.

O termo Overallotment pode ser traduzido como “lote suplementar”, mas no mercado financeiro brasileiro é muito comum encontrarmos Green Shoe Option como um sinônimo de lote suplementar.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona Overallotment 

O lote suplementar de ações, conhecido como Overallotment, é utilizado em situações de IPO, isto é, de Oferta Pública Inicial de empresas na bolsa de valores.

IPO, ou Oferta Pública Inicial, é o processo de abertura de capital de uma empresa na bolsa de valores a fim de vender suas ações e levantar capital para novos passos e investimentos da empresa.

Dessa forma, ao abrir seu capital, a empresa se torna pública pela primeira vez e inicia o processo de captação de recursos através de negociações em torno de suas ações para investidores de todo porte.

Uma parte dessas ações oriundas da Oferta Inicial, até 15%, pode ser adquirida por uma instituição intermediadora, como bancos coordenadores. Assim, esse banco poderá exercer a venda desse lote como um extra.

É uma tática que visa oferecer mais ações ao mercado a fim de suprir certo crescimento de demanda. Em caso de não haver ações suficientes, o banco entra em ação e garante um lucro maior.

Em razão disso, o Overallotment, ao ser desenvolvido quando a demanda for maior que a inicial, é tratado como uma suplementação que proporciona estabilização do preço das ações ou das ofertas.

A emissão do lote suplementar conhecido como Overallotment pode ser dividido nas seguintes fases:

  • Escolha da instituição que irá intermediar o processo
  • Definição do preço e elaboração da proposta para o lote suplementar por parte da instituição
  • Abertura do capital inicial na bolsa e emissão dos valores mobiliários ofertantes

Para que serve Overallotment

O objetivo principal de um processo de Overallotment é estabilizar o preço das ações durante o primeiro mês logo após a Oferta Pública Inicial, o chamado IPO.

Isso se deve ao fato de que o mercado sempre opera a partir da lógica de oferta e demanda e, nesse caso, se ela está desequilibrada, o preço e a disponibilidade das ações será volátil.

A alta volatilidade durante um processo de IPO é consequência, em grande medida, pela incerteza das informações sobre a empresa que está desencadeando a abertura de capital

Dessa maneira, a competitividade aumentará, bem como a eficiência do processo de captação de recursos por parte da empresa que deseja tornar seu capital público.

Vale mencionar que esse tipo de operação é permitida pela CVM, a Comissão de Valores Mobiliários, entidade que disciplina, fiscaliza e desenvolve o mercado de valores mobiliários no Brasil.

Origem Overallotment

Apesar do termo Overallotment ser popular, o lote suplementar de IPO é mais conhecido como Green Shoe Option, que é inclusive de onde originou seu nome.

A expressão “Green shoe” advém de uma companhia estadunidense fundada em 1919, em Boston, Massachusetts, sob o nome de Green Shoe Manufacturing Company, por dois empresários estadunidenses. 

A origem do termo se refere ao fato de que essa foi a primeira empresa a oferecer essa opção ao banco coordenador, abrindo um caminho de mercado para outras empresas posteriores.