Tezos é uma rede Blockchain que facilita a participação do usuário em finanças descentralizadas (DeFi) em um ambiente auto-atualizável de código aberto.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Os desenvolvedores podem usar seu software para programação personalizada (contratos inteligentes), criar e hospedar novos programas (aplicativos descentralizados) e projetos de token não fungível (NFT).

Tezos proporciona basicamente o que os outros projetos de blockchain, mas se destaca por seu mecanismo de governança integrado para atualização da rede. 

Ele deu o próximo passo ao resolver um grande problema dos primeiros blockchains que colocam decisões significativas de desenvolvimento e design muito centralizadas e nas mãos das principais equipes de desenvolvimento e comunidades de mineração. 

Por outro lado, a Tezos decidiu construir uma rede onde o processo de tomada de decisão e governança incorporadas à rede blockchain, permitindo que pessoas que possuem uma certa quantidade de XTZ aprovem ou desaprovem alterações e atualizações de rede sem precisar depender de hard forks

Conheça mais do projeto e se vale a pena investir em Tezos (XTZ).

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022.

O que é Tezos (XTZ)

A Tezos é uma blockchain desenvolvida para dar suporte e executar aplicativos descentralizados e contratos inteligentes. 

A rede está associada a um token digital conhecido como "tezzie" ou "Tez" (XTZ).

Sua plataforma é auto-atualizável de código aberto, onde as partes interessadas têm a responsabilidade de controlar as atualizações do protocolo principal, incluindo as alterações feitas no processo de administração.

A Tezos foi lançada em 2018 e obteve um crescimento constante, sendo inclusive considerada como rival da rede Ethereum.

Criadores da Tezos

A rede Tezos foi idealizada por Arthur Breitman, ex-engenheiro do Google X e Waymo que passou a trabalhar como analista quantitativo no Morgan Stanley.

Sua esposa, Kathleen Breitman, ex-funcionária do fundo de hedge Bridgewater Associates e da R3, uma empresa de software empresarial que se concentra em tecnologia de banco de dados distribuída, também contribuiu para o projeto. 

Em agosto de 2014, Arthur, sob um pseudônimo, publicou dois white papers nos quais destacou os defeitos do Bitcoin e descreveu os princípios por trás do Tezos.

Em julho de 2017, a Fundação Tezos, com sede na Suíça, liderada pelo empresário suíço Johann Gevers, organizou uma oferta inicial de moedas (ICO) que levantou US$ 232 milhões em BTC e ETH.

Como funciona a Tezos 

Assim como o Ethereum, a Tezos é um livro-razão descentralizado que faz uso da tecnologia blockchain, projetado para fazer uso de contratos inteligentes. 

Para manter sua rede sincronizada, a Tezos usa uma variação do consenso clássico de prova de participação (PoS) chamado prova de participação líquida (LPoS), uma implementação exclusiva da Tezos.  

O LPoS é um algoritmo usado por computadores que executam o software Tezos para proteger a rede, validar transações e distribuir XTZ recém-criado.

Para que os participantes (holders) participem da governança, eles precisam apostar na XTZ em um processo que a Tezos chama de “assar”. 

Para se tornar um dos "bakers", é preciso ter 8.000 XTZ.

Os detentores de quantias menores de Tez podem delegar seus tokens a outros usuários.

As decisões sobre a adoção de atualizações de protocolo dependem da votação dos bakers conforme o tamanho de suas participações.

As mudanças aprovadas são implementadas automaticamente em todo o blockchain. 

Toda a atividade e governança da rede é descentralizada, e a Fundação Tezos se isenta de qualquer papel em suas operações. 

Os protocolos de governança da Tezos se distinguem do Bitcoin e do Ethereum porque não possuem sistemas formais de governança e seu blockchain não pode ser bifurcado.

Token XTZ

A criptomoeda Tez (XTZ) é o token nativo da blockchain Tezos e desempenha papel fundamental na manutenção e operação da rede.

O XTZ pode ser usado para interagir com dApps, pagar taxas, comprar, enviar ou "assar" (staking). 

Ao possuir o token XTZ, os usuários ganham a capacidade de votar em atualizações de rede, com cada voto sendo proporcional à quantidade de criptomoeda que eles utilizam. 

O token XTZ também é utilizado como recompensa aos participantes que fazem o staking.

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022.

Histórico de preços XTZ

O token XTZ teve seu ICO em julho de 2017. Em dezembro do mesmo ano, a criptomoeda viu sua primeira grande alta, saindo de cerca de US$ 2 para mais de US$ 7,80.

Depois disso seu preço voltou a cair, sendo afetado ao final de 2018, início de 2019, onde esteve cotado a US$ 0,40.

O token continuou abaixo dos US$ 2 todo o ano de 2019, voltando a respirar em 2020, onde chegou a ultrapassar os US$ 4 em agosto.

Variação de preço token XTZ
Variação de preço token XTZ. Fonte: Crypto.com

Em 2021 teve dois picos chegando a US$ 6,87 em maio e US$ 7,96 em outubro.

Seguindo a tendência de todo o mercado cripto, em 2022 seu preço voltou a cair, sendo comercializado a US$ 1,58, em julho de 2022, no dia da escrita deste artigo.

Tezos (XTZ) vale a pena?

O ecossistema da Tezos conta com o apoio de várias entidades em todo o mundo, incluindo a Tezos Foundation, uma entidade suíça sem fins lucrativos responsável por iniciativas que ajudam a aumentar a conscientização e a adoção da blockchain Tezos.

A criptomoeda inclusive já foi apontada como promissora e até capaz de "destruir" o Ethereum.

No entanto, esta é uma aposta e como tal, deve ser analisada com cautela.