O que é Intermediários Financeiros

Intermediários Financeiros é todo o agente que atua na mediação de transações financeiras, esses agentes facilitam a transferência de recursos dos agentes superavitários para os agentes deficitários.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Esses intermediários financeiros têm um papel fundamental na economia, pois proporcionam crédito para pessoas e instituições que precisam. Isso fomenta a disponibilidade de recursos em momentos de fragilidade econômica ou até mesmo para investimentos.

O intermediário financeiro também é responsável por fazer uma análise do perfil de seus clientes. Essa análise busca encontrar clientes que possam arcar com seus débitos no futuro, impedindo a liberação de crédito para aqueles que não podem pagar.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Agentes e Intermediários Financeiros

Além dos intermediários financeiros, dois outros agentes são fundamentais nessa operação de crédito. Sendo eles os agentes superavitários e os agentes deficitários, sem eles essas operações financeiras não aconteceriam.

Os agentes superavitários são pessoas, empresas ou qualquer instituição que tem dinheiro disponível e buscam aumentar esse capital no futuro. Assim, eles disponibilizam esse dinheiro para instituições intermediárias que por meio de juros rentabilizam esse capital.

Dessa forma, esses agentes superavitários concedem esse seu dinheiro, para intermediários financeiros que buscam pessoas ou instituições que necessitam de crédito. Esse segundo grupo é conhecido como agentes deficitários.

Portanto, é possível expressar essa relação entre os agentes da seguinte forma:

  • Agente superavitário: buscam utilizar o dinheiro que está em caixa e sem finalidade, para ganhar um montante no futuro;
  • Agente deficitário: buscam gastar o que não tem e para isso, solicitam crédito, não se importando em pagar mais por isso no futuro. Esse gasto pode ser para arcar com imprevistos ou até mesmo investir em algo;
  • Instituição financeira: responsável por fazer a intermediação financeira entre superavitário e deficitário. Além de  garantir a segurança do processo.

Importância dos Intermediários Financeiros

Os intermediários financeiros são fundamentais para que o processo de liberação de crédito ocorra de forma segura. Uma vez que aqueles que disponibilizam seu dinheiro, não querem emprestar esses recursos para uma instituição ou pessoa que não consiga pagar no futuro.

Dessa forma, os intermediários financeiros se empenham para garantir que todos os débitos sejam quitados no final do empréstimo. 

A presença desses intermediários financeiros acaba beneficiando até mesmo os agentes deficitários. Uma vez que ao prover esse segurança, os juros presentes na liberação do crédito acabam sendo menores.

Isso acontece pois, como essas instituições financeiras promovem uma segurança para os agentes superavitários, eles se sentem mais confortáveis em ceder seu capital por um lucro menor. Já que a relação risco e retorno é parte fundamental e presente no mercado financeiro.

Caso não houvesse essa garantia de pagamento, os agentes superavitários cederiam seu capital por uma taxa de juros maior. Pois só assim ele enxergaria como vantajoso ceder seu capital sem ter uma certeza se vai receber tudo como o combinado.

Portanto, quando um agente deficitário busca essa instituição para obter crédito, ele é submetido a uma série de questionamentos e avaliações de seus dados que buscam fazer com que aquela concessão de crédito seja feita da maneira mais segura possível.

Tipos de Intermediários Financeiros

Existem dois principais tipos de intermediação financeira dentro do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e são elas:

  • Direta: captação de recursos através dos depósitos de aplicadores nas instituições financeiras. Uma forma de captar diretamente é por meio de CDB, poupança, etc.
  • Indireta: captação de recursos através de  investidores. Essa captação pode ser por meio de debêntures ou outros instrumentos financeiros.

Portanto, os intermediários financeiros são essenciais não apenas para quem concede crédito, mas também para quem solicita. Uma vez que a segurança em torno desse processo deve ser muito rígida, para não causar problemas para nenhum dos envolvidos.