Em meio à turbulência na Petrobras, os investidores estrangeiros retiraram R$ 9,2 bilhões da B3 entre os dias 19 e 23 de fevereiro, de acordo com dados compilados pela Bloomberg junto à B3.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Na segunda-feira (22) foi registrada a maior saída em ações em um dia desde 2008, de R$ 6,9 bilhões.

Nesse mesmo dia, as ações preferenciais da companhia (PETR4) fecharam o dia em queda de 21,51%, enquanto os papéis ordinários (PETR3) registraram baixa de 19,96%

.O estresse foi provocado após o presidente Jair Bolsonaro indicar o general Joaquim Silva e Luna para substituir o atual presidente da empresa, Roberto Castello Branco.

A notícia repercutiu no exterior. Grandes bancos, como JPMorgan, Credit Suisse e Bank of America, cortaram suas recomendações para a Petrobras.

Analistas do JP afirmaram estar "surpresos" com a mudança anunciada por Bolsonaro e recomendam redução de exposição na empresa, em meio à elevada incerteza sobre o cenário no curto prazo.

Com isso, a Petrobras chegou a perder R$ 102,5 bilhões em valor de mercado em dois dias, em meio a divergências sobre reajuste dos preços de combustíveis.