O que é ICV – Índice do Custo de Vida

ICV – Índice do Custo de Vida é um índice econômico realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIESE) e tem a finalidade de mensurar o custo de vida de uma pessoa que vive na cidade de São Paulo. 

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Essa cidade foi escolhida por causa de suas características sociais, como o tamanho da população e a sua representatividade na economia brasileira. 

O ICV tenta entender as leis da oferta e da demanda dentro dos custos de vida dos cidadãos brasileiros. Por meio desse indicador podemos entender como funciona a variação de preço e o poder de compra de um produto. 

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como se calcula o ICV

O índice ICV classifica seus estudos de acordo com a faixa de salários, pois entende que a forma e o financiamento de consumo mudam de acordo com a faixa de salários. Dessa forma, ficou estabelecido três diferentes perfis, analisados da seguinte forma: 

  • Famílias com menor renda, de 1 a 3 salários mínimos;
  • Famílias com renda intermediária, de 1 a 5 salários mínimos;
  • Famílias de maior poder de compra, de 1 a 30 salários mínimos.

Com essas classificações o índice consegue calcular a média de gastos de cada perfil de consumidor. 

De acordo com a DIESE, o ICV é estruturado de acordo com os grupos de consumo como:  

  • Alimentação;
  • Habitação; 
  • Transporte;
  • Vestuário;
  • Educação e Leitura; 
  • Saúde; 
  • Beleza e Higiene;
  • Equipamentos Domésticos; 
  • Recreação; 
  • Despesas pessoais;
  • Despesas diversas.

A metodologia do índice prevê que seja feita a coleta mensal de 594 itens em 1.028 locais, gerando cerca de 50.000 cotações distribuídas pelas áreas geográficas do município de São Paulo. 

Contribuições do ICV

Há alguns aspectos que o ICV pode contribuir na tomada de decisões, por exemplo, uma pessoa deseja mudar de cidade, porém antes resolveu pesquisar o custo de vida daquela cidade. Essa pesquisa pode auxiliar uma tomada de decisão de mudar de cidade ou não. 

Sabemos que o Brasil é muito diverso, geograficamente gigante e consequentemente com grandes variações de custo de vida. Se imaginarmos no Estado de São Paulo, por exemplo, há grande diferença entre morar no interior do estado e na capital e nas regiões metropolitanas. 

Na economia entende-se ainda mais a importância desse índice como forma de tomada de decisão para uma boa gestão econômica, além de ser um parâmetro de comparação entre meses e anos anteriores. 

Ainda na economia podemos ver uma grande contribuição do ICV no auxílio de elaboração de ações na política monetária e na política fiscal

Outros fatos que pode-se observar com o ICV é o impacto da inflação mensal sobre os produtos e perfis de consumo. É um fato que a inflação impacta diretamente no poder de compra, mas mensurar isso é uma forma de entender a dimensão do impacto gerado

ICV e os investimentos

Se estamos falando de inflação e poder de compra, é possível imaginar que a má gestão pública da macroeconomia impacta também no número de vendas e lucros de empresas. 

Quando pensamos em investimentos podemos separar em dois objetivos, uma pessoa que almeja adquirir uma empresa e outra que gostaria de investir seu capital em ações em empresas listadas na bolsa de valores.

Para a primeira pessoa, entende-se que se a empresa almejada tem produtos listados no ICV, é importante o investidor entender as situações econômicas no momento da aquisição e tentar prever situações futuras tentando identificar tendências e mitigar resultados desastrosos. 

No segundo exemplo, o investidor também deve entender o impacto do custo de vida no volume de vendas das empresas em que deseja investir, e identificar as demais oportunidades que sofrem menores  impactos.