Continuar fazendo as mesmas coisas e esperar resultados diferentes é uma das definições de loucura. 

Provavelmente você já ouviu essa frase. 

E isso muitas vezes pode estar atrelado às decisões que uma empresa toma. 

Se uma empresa não está apresentando bons resultados, existem dois caminhos: não fazer nada e caminhar em direção a destruição de valor ou buscar mudanças. 

O segundo caminho parece o mais óbvio, embora existam gestores que acabam optando inexplicavelmente pelo primeiro caminho. 

A Guararapes (GUAR3), que compõe a carteira do Joias da Bolsa sem muito alarde, se encaixa muito bem como empresa que optou por sair da zona de destruição de valor buscando mudanças internas. 

Como todas as varejistas de moda, a Guararapes viu seus resultados serem severamente impactados pela pandemia. 

A empresa saiu da zona lucrativa e passou a gerar prejuízo. 

Resultados trimestrais do Grupo Guararapes (GUAR3)
Resultados trimestrais do Grupo Guararapes (GUAR3)

O Grupo Guararapes é a maior empresa de moda do Brasil, foi constituída em 1947, como uma loja de roupas chamada "A Capital", localizada em Natal.

Posteriormente, em 1956 foi oficialmente fundada a Guararapes, porém sua consolidação no mercado têxtil se deu em 1979, quando a companhia adquiriu as cadeias de lojas Riachuelo e Wolens.

Hoje, 100% da sua produção é destinada aos canais de venda físico e digital da Riachuelo, sendo a única empresa no mercado a atuar nas suas três vertentes de negócios: varejo, indústria e financeira.

Atualmente a companhia conta com 315 lojas distribuídas em todas as regiões brasileiras. 

Acontece que a concorrência no varejo está cada vez mais agressiva.

E entendendo que precisa inovar, a GUAR3 está passando por uma transformação digital. 

Qual a Melhor Small Cap na Bolsa? Veja Aqui a Melhor Small Cap para Você Investir Hoje!

Já foi provado nos últimos anos que um ecossistema de negócios ligados digitalmente propicia a criação de opcionalidades e sinergias, de modo que as empresas do grupo podem buscar outras maneiras de rentabilizar a operação.

O grupo está acelerando também em seu marketplace integrando importantes marcas a sua rede, que inclui produtos como roupas, vinhos, eletrodomésticos, móveis, etc.

Vale mencionar que, no primeiro trimestre, a base de novos clientes cresceu 111%, somando mais de 2,3 milhões de clientes ativos.

A participação das vendas online ainda é pequena, mas cresceu 253% no primeiro trimestre, representando 13,3% das vendas totais.

Há muito espaço para crescer nesse mundo digital.

O mercado financeiro começou a perceber o potencial de tais medidas. 

A ação da empresa já subiu mais de 40% em 2021.

Como referência do setor temos as ações da Lojas Renner (LREN3), que apresentou alta de 20% no mesmo período.

No primeiro trimestre a empresa apresentou um Ebitda ajustado de R$ 33 milhões, bem inferior aos R$ 101 milhões apresentados no mesmo período do ano anterior. 

Qual a Melhor Small Cap na Bolsa? Veja Aqui a Melhor Small Cap para Você Investir Hoje!

Vale lembrar que a empresa está acelerando investimentos nesse momento, onde 60% do total foram direcionados para a TI.

A empresa consumiu aproximadamente R$ 400 milhões de caixa no primeiro trimestre, contudo ainda permanece com mais de R$ 2 bilhões de disponibilidades.

Esse caixa robusto torna sua estrutura financeira relativamente saudável apesar do elevado endividamento

É importante que as novas medidas propostas pela empresa passem a gerar melhores resultados o mais rápido possível, evitando redução de sua liquidez

Acredito que a empresa tenha optado por direcionar seus esforços e investimentos na direção correta, o que me deixa otimista para os próximos 18 meses.

Acredito que GUAR3 ainda vai dar muitas alegrias aos assinantes do Canal Joias da Bolsa

Como já foi dito, resultados diferentes exigem atitudes diferentes e a empresa vem mostrando isso. 

Estou confiante para a retomada dos bons números até o final de 2021 e destravar valor.