O que é fundo exclusivo e como funciona

Fundo Exclusivo

O que é fundo exclusivo. Significado, conceito, para que serve e como funciona.

O que é fundo exclusivo?

Fundo exclusivo é um fundo de investimento como qualquer outro, mas que foi constituído para servir aos interesses de um grupo restrito, como uma família ou conjunto de amigos.

Os fundos exclusivos possuem uma política de investimento acordada com os clientes para atingir objetivos específicos de investimento.

Esse tipo de fundo é voltado para pessoas de alto padrão financeiro, que podem arcar com os custos de uma estrutura própria e customizada para o oferecimento do serviço de investimento.

Banner will be placed here

Como funciona um fundo exclusivo?

Um fundo exclusivo funciona de maneira parecida com os demais tipos de fundo de investimento. 

A diferença é que ele é fechado para a entrada de outros cotistas, sendo exclusivo aos membros fundadores.

Os fundos exclusivos são diferentes dos fundos para investidores qualificados, que apresentam R$1 milhão ou mais em recursos para aplicação.

Enquanto os fundos para investidores qualificados são abertos para qualquer investidor que possua mais de R$1 milhão em recursos, os fundos exclusivos são ainda mais restritivos.

Isso porque a entrada é permitida somente a quem apresenta algum tipo de associação com os participantes. 

Os fundos normais de investimentos apresentam uma regulamentação própria, com regras definidas quanto à sua forma de operação.

No caso de fundos exclusivos, as regras podem ser mais flexíveis do que os fundos normais, pois é uma opção customizada, voltada para realizar diretamente o interesse dos seus poucos associados.

As regras do fundo devem constar os objetivos a serem perseguidos, os tipos de ativos que deverão compor a carteira, o nível de risco, e os custos cobrados para os participantes.

Os custos administrativos são cobrados pelos gestores, que devem contratar uma equipe de análise para mapear e analisar todos os aspectos dos ativos que serão comprados e vendidos.

O valor deverá ser acordado entre os participantes do fundo exclusivo e os gestores.

Geralmente, os custos administrativos dos fundos normais de investimentos apresentam dois componentes principais:

  1. Taxa de administração: Uma porcentagem do patrimônio do fundo, que geralmente é uma taxa média de 2%;
  2. Taxa de performance: Uma porcentagem dos ganhos, que costuma variar entre 10% a 20% incidido sobre os ganhos que excederem um índice de referência (Ibovespa ou CDI).

Vantagens do fundo exclusivo

A vantagem dos fundos exclusivos é que as taxas podem ser bem mais baixas do que aquelas cobradas pelo gerenciamento de fundos de investimentos comuns.

Considerando que esse tipo de fundo não é distribuído ao grande público, ocorre que os custos de administração dos fundos exclusivos tendem a ser menores, sendo por vezes até mesmo inexistentes.

Outra vantagem dos fundos exclusivos é a sua customização, que é realizada para atender unicamente o gosto do cliente.

Normalmente, os investidores que investem em fundos de investimentos precisam alocar seus recursos em vários fundos para fazer uma boa diversificação.

Já para quem contrata os serviços de um fundo exclusivo, isso não é necessário, pois o fundo já estará abrangendo o perfil de risco do cliente, criando uma carteira na medida certa.

Isso é possível por causa do grande poder financeiro dos clientes de fundos exclusivos. Esse tipo de investidor, por ter muito dinheiro, consegue adquirir qualquer combinação de ativos.

Um investidor iniciante, por exemplo, dificilmente conseguiria montar uma carteira diversificada de renda fixa com títulos de CRA e CRI, pois costumam ser ativos de preço elevado.

Isso não seria um problema para os clientes dos fundos exclusivos, que permitem a criação de carteiras com vários ativos como:

Com isso, os fundos exclusivos permitem aos investidores terem maior acesso às oportunidades de mercado, como também contar com uma gestão de recursos experiente e especializada.

E aí, ficou interessado em conhecer mais sobre os fundos de investimentos? Saiba que temos um artigo completo sobre o assunto bem aqui.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE