O que é fator previdenciário?

O fator previdenciário é um número coeficiente (multiplicador) obtido por meio de fórmula matemática, que é utilizado para calcular o salário previdenciário do INSS.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

As considerações levadas são a idade do segurado, o tempo de pagamento e a expectativa de vida.

O objetivo dos fatores previdenciários é que o valor da pensão seja proporcional à idade e ao tempo de pagamento (quanto maior o período de pagamento, maior o valor da aposentadoria).

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Ele surgiu com a Lei nº 10. 9.876 / 1999, o que alterou muito o cálculo da aposentadoria.

A intenção do governo é controlar os gastos do país com a previdência social, desencorajar a aposentadoria precoce e / ou ter pouco tempo para pagar.

O fator previdenciário foi criado pelo governo FHC em 1999. Antes da reforma previdenciária entrar em vigor, ela era usada para calcular as pensões de aposentadoria com base no tempo de pagamento e consumia parte dos benefícios daqueles que decidiam se aposentar mais cedo.

A reforma mudou as regras de pensão, mas em alguns casos esse fator ainda pode ser usado.

O fator previdenciário é um número, resultado de uma fórmula, usada para evitar que uma pessoa se aposente muito cedo. Se você parar de trabalhar mais jovem, sua renda de aposentadoria diminuirá.

A fórmula usada para derivar este fator leva em consideração o tempo de pagamento antes da aposentadoria, a idade do trabalhador na aposentadoria e a expectativa da idade em que ele ainda deve viver.

Como funciona o fator previdenciário?

A aposentadoria por tempo de pagamento e fatores previdenciários considera apenas o tempo de recolhimento do INSS pelo trabalhador.

Para conseguir essa aposentadoria, independentemente da idade do indivíduo, os homens têm 35 anos de contribuições e as mulheres 30 anos de contribuições.

De um modo geral, o prazo mínimo de pagamento dos professores é relativamente baixo: 30 anos para os homens e 25 anos para as mulheres.

Para cálculo do valor da aposentadoria, 80% do maior salário de contribuição desde julho de 1994 foi corrigido em média e corrigido pela inflação.

O valor médio é multiplicado pelo coeficiente previdenciário, e o resultado do produto é o valor da aposentadoria.

Para quem se aposenta jovem, esse fator é ainda pior. Devido a fatores previdenciários, quanto mais cedo a pessoa se aposentar, menor será o valor da sua aposentadoria.

Por outro lado, antes da reforma, a aposentadoria por tempo de pagamento era a única forma de o aposentado ganhar mais do que o valor total da aposentadoria, dependendo da idade e do tempo de seu pagamento ao INSS.

A aplicação do fator previdenciário pode, conforme o caso, aumentar ou diminuir o valor do “salário de benefício”, sendo que, na aposentadoria por tempo de contribuição, inclusive a do professor, a sua aplicação é obrigatória.

Já nas aposentadorias por idade, por idade do deficiente físico e tempo de contribuição do deficiente físico, ela é opcional, ou seja, o fator previdenciário somente será aplicado se for mais vantajoso para o cidadão.

Qual objetivo do fator previdenciário?

A Lei 9.876 / 99 criou um fator previdenciário como alternativa ao controle dos gastos previdenciários, que está relacionado à idade de aposentadoria ou ao tempo de pagamento e à expectativa de sobrevivência na aposentadoria.

O objetivo da constituição dos fatores previdenciários é a redução do pagamento dos benefícios previdenciários, cujo valor é inversamente proporcional à idade de aposentadoria do segurado.

Quanto menor a idade de aposentadoria, maior será a redução e, portanto, menor será a pensão.

Esta é uma fórmula matemática projetada para reduzir os benefícios das pessoas que se aposentam antes dos 60 anos para as mulheres e 65 para os homens, e para incentivar os contribuintes a trabalhar por mais tempo.