Eternit (ETER3) Aprova Aumento de Capital de R$ 110 Milhões
SIMULE AGORA
| ,

Eternit (ETER3) Aprova Aumento de Capital de R$ 110 Milhões

Em virtude do aumento de capital no valor de R$ 110 milhões, o capital social da Eternit passará a ser de R$ 495,5 milhões.

Por
Atualizado em 09/06/2021

A Eternit (ETER3) informou na terça-feira, 08, através de fato relevante que aprovou a homologação do Aumento de Capital Social que resultou, na emissão de 10.101.020 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal, totalizando um aumento no montante de R$ 110 milhões.

As novas ações terão as mesmas características e condições e gozarão dos mesmos direitos e vantagens estatutariamente atribuídos atualmente e no futuro às ações ordinárias de emissão da companhia e participarão integralmente dos dividendos e juros sobre capital próprio que vierem a ser aprovados pela Eternit.

Banner will be placed here

Em decorrência da homologação do Aumento de Capital, o capital social da Companhia passará a ser de R$ 495,5 milhões, representado por 61.776.575 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal.

As novas ações serão emitidas e creditadas em até 5 dias úteis a contar da presente data.

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações de Empresas com Maior Potencial de Valorização Hoje.

Resultado da Eternit no Primeiro Trimestre de 2021

O resultado da Eternit (ETER3) no primeiro trimestre de 2021 (1t21), divulgado no dia 11 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 58,4 milhões, revertendo prejuízo de -R$ 14,9 milhões em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Eternit atingiu R$ 82,4 milhões no 1T21, versus um prejuízo de R$ 4,7 milhões na comparação com o 1T20.

A Margem Ebitda da Eternit totalizou 30,0% no 1T21, apresentando crescimento de 34,0 pontos percentuais na comparação com o 1T20. 

A Margem Líquida da Eternit atingiu 22,0% no 1T21, apresentando crescimento de 35,1 pontos percentuais na comparação com o 1T20.

As ações da Eternit (ETER3) acumulam queda de 9,94% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 849,56% nos últimos 30 dias.

Notícias do Mercado Financeiro

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE