O que é Equivalência de Caixa?

A Equivalência de Caixa é um termo utilizado para nomear as contas contábeis que possuem características similares à conta caixa.

Ou seja, são contas que oferecem liquidez e disponibilidade dentro do curto prazo, caso a empresa precise de recursos.

Uma companhia para manter seu bom funcionamento precisa de recursos. O dinheiro é utilizado para financiar suas operações.

O dinheiro é utilizado para o pagamento de impostos, funcionários, fornecedores e demais itens importantes e imprescindíveis a uma empresa.

Banner will be placed here

Exemplos de Equivalência de Caixa

Dentro de um Balanço Patrimonial nós temos várias contas que podem ser consideradas como Equivalentes de Caixa, dentre elas:

  • Contas Bancárias;
  • Contas de Investimento;
  • Conta de recebíveis;
  •  Adiantamentos;
  •  Entre outras disponibilidades.

Para entrar no grupo de Equivalentes de Caixa a conta precisa ser líquida, caso haja necessidade de transformar os valores contidos nela em dinheiro.

No caso da conta bancária, a própria conta corrente pode ser facilmente resgatada e utilizada para pagar fornecedores e demais obrigações.

Já a conta investimento precisa contemplar valores poupados em aplicações de curto prazo e com liquidez diária.

Um bom exemplo disso é o CDB (Certificado de Depósito Bancário) e algumas outras aplicações, como é o caso dos fundos de investimento ou até o Tesouro Direto, mais especificamente o Tesouro Selic.

Os recebíveis entram como Equivalentes de Caixa uma vez que, alguns recebíveis são de curto prazo, podendo ser descontados e cair em conta ainda dentro de um mês.

Vale destacar que todas as contas aqui mencionadas devem estar no grupo de disponibilidades e no curto prazo.

Os adiantamentos também têm o poder de se transformarem em dinheiro. Dependendo do adiantamento, o mesmo pode ser utilizado para a aquisição de mais peças ou compensação futura do salário de um funcionário, por exemplo.

Benefícios do Equivalente de Caixa

Manter dinheiro como única fonte de recursos de uma empresa é algo impossível hoje em dia. 

Todas as empresas possuem alguma conta bancária e, além disso, questões como recebimentos de clientes também são uma realidade.

Observando isso, tais contas precisam ser controladas e serem opções factíveis de Equivalentes de Caixa.

Desse modo, mesmo que não haja dinheiro disponível, a empresa pode recorrer a outras contas para realizar o pagamento ou compensação de obrigações das mais diferentes.

A manutenção de um cartão de crédito é outro item importante. O crédito disponível em um cartão, e a possibilidade de utilizar o mesmo com a obrigatoriedade de pagar após 30 ou 45 dias é uma ótima vantagem.

O cartão de crédito oferece à empresa condições de se ver sem recursos e ainda ter a possibilidade de pagar obrigações sem que haja encargos.

Controle do Equivalente de Caixa

Para extrair o máximo de benefícios do Equivalente de Caixa, a empresa precisa manter um controle rigoroso sobre as contas, observando os vencimentos.

Um investimento com vencimento de seis meses, pode não oferecer liquidez suficiente à companhia, caso a mesma precise de recursos em um prazo menor de tempo.

Mesma coisa acontece caso os prazos dos recebíveis forem mais longos. Como há muitas variações referentes aos prazos e às necessidades de capital referente a empresa, o controle sobre as contas Equivalentes de Caixa são importantes.

Não há como inflar as contas sem que haja um controle referente ao grau de liquidez de cada. Principalmente para companhias que precisam de um fluxo de caixa mais vigoroso.