O que é Elasticidade?

A elasticidade é um conceito muito usado no campo microeconômico, que tem uma grande influência na precificação das mercadorias, mas pode ser entendido e analisado em diversas outras áreas.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Por definição, a elasticidade é a porcentagem de variação em uma determinada variável de acordo com uma alteração em outra variável.

A elasticidade é usada para representar a relação que duas variáveis têm entre si, ou seja, a sensibilidade que uma variável tem dado uma mudança que ocorreu em outra variável.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Um bom exemplo disso seria a mudança na demanda e na oferta conforme o aumento e a diminuição dos preços das mercadorias.

As empresas costumam fazer uma boa análise da elasticidade de seus produtos para saber até que limite podem aumentar e diminuir seus preços, mantendo a taxa de lucratividade.

Uma variável denominada “elástica” é uma variável que tem grande sensibilidade às mudanças que ocorrem em alguma outra variável.

Isso quer dizer que, sendo a variável Y elástica, se houver uma mudança na variável X, a variável Y sofrerá alterações.

Já, as denominadas “inelásticas” são as variáveis que não sofrem muitas alterações caso haja mudanças em outras variáveis.

Isto é, sendo a variável Y inelástica, as mudanças feitas na variável X não afetarão de forma significativa a variável Y.

Um bom exemplo de variável inelástica seria a energia elétrica, independente do seu preço, mesmo que este aumente as pessoas ainda consumirão.

Dito isto, produzir bens inelásticos pode ser benéfico para a margem de lucratividade, já que a porcentagem de redução na demanda será menor do que a porcentagem de aumento do preço.  

Assim, a elasticidade prevê a variação percentual entre a ação e a reação de duas variáveis.

A elasticidade pode ser observada quando o preço de algum produto cai devido ao aumento de sua oferta, isso significa que existe uma quantidade grande de produtos à disposição para compra.

Tal fato também ocorre quando o preço de alguma mercadoria aumenta, fazendo com que a procura por aquele bem diminua, pois ele ficou mais caro.

Tipos de Elasticidade

Pelo fato de poder estar inserida na relação entre diversas variáveis, existe mais de um tipo de elasticidade, sendo eles:

Elasticidade Renda: define que uma variação na renda de uma pessoa faz com que ocorra uma mudança no volume da demanda, mudando o consumo dos bens que podem ser normais ou inferiores.

Existem três tipos de variação da oferta:

  • Oferta unitária: variação de 1% no preço provoca uma variação de 1% na oferta;
  • Oferta rígida: variação de 1% no preço provoca uma variação inferior a 1% na oferta; e
  • Oferta elástica: variação de 1% no preço provoca uma variação maior que 1% na oferta.

Elasticidade Preço Cruzada da Demanda: determina que a variação no preço de um bem pode influenciar na quantidade demandada de outros bens.

Esses bens podem ser complementares ou substitutos:

  • Bens complementares são aqueles que fazem parte do funcionamento do outro, por exemplo, o automóvel que precisa da gasolina, um aumento na gasolina diminui a demanda por automóveis;
  • Bens substitutos são aqueles que podem ser substituídos por outros, por exemplo, carne bovina e carne de frango, quando o preço da carne bovina aumenta, a demanda por carne frango também aumenta.

Elasticidade Preço da Demanda: determina que uma variação no preço de um bem altera a variação da quantidade demandada do mesmo bem.

  • Exemplo: o aumento no preço do tomate, considerando que o mesmo não é um bem essencial, faz com que sua quantidade demandada caía, isto é, a procura por tomate diminui.

Elasticidade das Exportações e Importações em relação à Taxa de Câmbio: mede a variação das exportações e importações dada uma variação na taxa de câmbio.

  • Exemplo: a desvalorização do real em relação ao dólar faz com que seja preferível exportar a produzir para o consumo interno, pois assim o exportador terá um ganho maior em moeda nacional.

Elasticidade da Demanda por Moeda em relação à Taxa de Juros: define que uma variação na taxa de juros altera o volume de demanda por moeda.

  • Exemplo: se a taxa de juros está alta, as pessoas irão reter menos papel moeda, depositando seu dinheiro para render a determinada taxa.

Cálculo Da Elasticidade

A elasticidade pode ser calculada através da seguinte fórmula:

  • Elasticidade = variação % na quantidade / variação % no preço;
  • Elasticidade > 1: relação elástica;
  • Elasticidade = 1: relação de elasticidade unitária;
  • Elasticidade < 1: relação inelástica.

Uso da Elasticidade nos investimentos

A elasticidade pode ser aplicada nas análises para compor a carteira de investimentos, já que tem relação com os preços e lucros das empresas.

Para o investidor seria mais vantajoso escolher empresas que produzem bens inelásticos.

Esse relato se dá, pois, esses bens possuem uma margem de lucratividade maior e caso ocorra um aumento no preço do bem, não ocorrerá uma diminuição tão significativa da demanda.

Com bens inelásticos, a empresa fica mais competitiva na medida em que o consumidor assume que tal bem não tem substitutos próximos.

Sendo assim, é proveitoso ao investidor diversificar sua carteira com empresas que produzem diversos tipos de bens.