O que é a Chamada de Capital?

A chamada de capital é um processo que acontece quando a empresa necessita angariar recursos, ou seja, expandir seu capital social, e é feito por meio de subscrição de novas ações.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

O mercado de ações é bastante familiarizado com a chamada de capital que ocorre, normalmente, para a obtenção do valor que a empresa precisa para seus fins.

Essas ações podem tanto ser ofertadas para pessoas específicas como para o mercado em geral, além de poderem, ou não, ter taxas cobradas em operações financeiras.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

A chamada de capital está relacionada a empresas que já optaram por aumentar seu capital, distribuindo parte dele no mercado de ações

Ou seja, quando a empresa já passou pelo processo conhecido como IPO – Intial Public Offering, colocando ações à venda pela primeira vez no mercado financeiro e deseja obter mais injeção de recursos.

Portanto, a chamada de capital, nada mais é do que essa necessidade de obter mais recursos.

Como funciona a Chamada de Capital?

Devemos ressaltar que, no caso da chamada de capital, quando a empresa abriu capital no mercado financeiro, suas ações devem ser preferencialmente ofertadas para quem já é acionista da empresa.

Portanto, as ações devem ser oferecidas para as pessoas que já são acionistas antes que a empresa as disponibilize no mercado. Tal processo é denominado de subscrição.

Os acionistas que terão preferência nas compras das ações poderão adquiri-las com desconto. Ou seja, os acionistas terão a preferência e poderão comprar as ações por preços mais baixos.

A empresa pode oferecer um prazo para o acionista decidir se vai comprar ou não determinadas ações. Também vale ressaltar que os acionistas não têm obrigatoriedade de comprar as ações subscritas.

Somente as ações que não forem compradas pelos acionistas irão ao mercado.

Ao recusarem a compra, os investidores podem ter seus lucros reduzidos, de tal forma que as ações poderão ser adquiridas por outros investidores, dividindo o lucro em mais pessoas.

As ações que não forem compradas pelos acionistas (chamadas de sobras de subscrição), são ofertadas no mercado, pelo preço determinado em conjunto entre a empresa e a bolsa de valores.

As vantagens da Chamada de Capital

Existem muitos motivos que podem fazer uma empresa opta por uma chamada de capital.

Podemos citar como exemplo um empreendimento que deseja investir em novas tecnologias, comprar novos equipamentos ou, até mesmo, contratar mais funcionários.

Pelo fato das ações serem compradas de uma forma ou de outra (pelos acionistas ou pelo mercado), a empresa não corre o risco de sofrer prejuízo.

Com relação aos investidores, estes compram ações visando retornos.

Quando estes se deparam com uma chamada de capital, podem estar diante de um investimento em um negócio já consolidado, por isso a necessidade de conhecer a companhia que oferta as ações.

A Chamada de Capital Fora do Mercado Financeiro

A chamada de capital não é exclusiva do mercado financeiro. Tais solicitações podem ser feitas por pessoas jurídicas, sendo muito comum em condomínios.

Faremos uma breve análise de como funciona a chamada de capital fora do mercado acionário, para melhor compreensão do leitor.

Neste caso, podemos tratar como uma chamada de recursos com fim específico, sendo um item que demanda o aporte de receitas extras.

Por exemplo, mesmo um condomínio tendo sua verba fixa, esta pode não ser suficiente para todas suas necessidades, como, por exemplo, uma grande obra ou o conserto de um determinado vazamento.

Para arrecadar o dinheiro necessário faz-se a chamada de capital, onde não há exatamente uma oferta de ações, e sim uma contribuição com o valor, que deve ser aprovado em assembleia.

A aprovação dependerá das regras contratadas pelos proprietários do condomínio.