O que é Capital Intensivo?

Capital Intensivo é um investimento em grande escala necessário para o funcionamento de algumas organizações.

De modo geral, por demandar mais capital para o seu funcionamento, esse modelo de negócios é também mais arriscado.

No entanto, seguindo a máxima dos investimentos, se o risco é maior, o retorno esperado é igualmente mais interessante para o investidor. 

Um exemplo de empreendimentos que exigem capital intensivo vem das grandes indústrias, que necessitam de muitos equipamentos para a produção de seus produtos.

Para que uma indústria se mantenha operante, é necessária a injeção de grande volume de recursos mensalmente.

A indústria necessita de insumos e manutenção de instalação e maquinários, lida com os custos gerados pela rotatividade de funcionários (turnover), e outros tantos fatores geradores de custos. 

Como se trata de produção em grande escala, se trabalham valores elevados. Por vezes, na casa dos milhões. Assim, surge a necessidade de capital intensivo. 

Entre os segmentos que se destacam pela necessidade de capital intensivo estão a siderurgia e a mineração, que exigem grandes investimentos para manterem suas operações. 

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Necessidade de Capital Intensivo

A necessidade de capital intensivo surge em empresas que têm obrigações de reinvestimento constante em seus próprios ativos. 

Na indústria citada antes como exemplo, foi necessário o investimento inicial, dedicado à instalações, máquinas, atração de talentos, e demais necessidades primárias. 

Logo, seu funcionamento gerará novos custos: tudo o que consumiu recursos na fase de implantação seguirá consumindo recursos durante a operação. 

Essa necessidade de reinvestimento é chamada de CAPEX, abreviação da expressão inglesa Capital Expenditure.

Traduzido ao português, isso significa despesas de capitais, que é a quantidade de dinheiro necessário para se investir em bens tangíveis e intangíveis da organização.

Dentre as classes de investimentos englobados pelo CAPEX é possível citar:

  • Compras de novas instalações;
  • Aquisição de terrenos para ampliação do negócio;
  • Compras de artigos de informática;
  • Aquisição de um novo imóvel.

A necessidade de CAPEX surge com a deterioração desses ativos, tanto pelo desgaste de uso quanto pela imposição do mercado, que exige atualizações constantes em busca de melhores resultados.

Por isso, é comum que dentro do Demonstrativo de Resultados dessas organizações, apareça um custo significativo, relacionado com a deterioração de maquinário.

O valor destinado ao CAPEX varia em função da empresa. 

Para citar um exemplo, em novembro de 2020 a Petrobras divulgou seu plano estratégico 2021/2025, prevendo um CAPEX de R$ 55 bilhões para o período.   

Riscos de Projetos de Capital Intensivo

O capital intensivo é uma exigência de segmentos com custos operacionais elevados e alta necessidade de reinvestimento

Logo, o risco de aplicar seus recursos em um projeto com essa característica é considerado maior pelo mercado financeiro. 

Para o investidor, a recomendação de especialistas é proceder uma análise criteriosa do setor antes de investir. 

Dessa forma, antes de investir em um projeto que demande um alto capital intensivo, é preciso fazer uma análise criteriosa do setor.

Entre os segmentos que apresentam maior necessidade de capital intensivo é possível destacar:

É fácil compreender o porquê: uma empresa que vai investir em uma frota de aviões precisará de alguns milhões de dólares para concretizar o negócio.

No entanto, situações como guerras, epidemias, fechamento de fronteiras e outros eventos que afetam o mercado acabam comprometendo o faturamento do setor.

Nesse caso, o investidor terá que arcar com o prejuízo oriundo dessas situações até que o equilíbrio do setor seja restabelecido. 

Além disso, o grau de alavancagem também é maior nesses segmentos.

Sendo assim, a empresa precisa de mais capital para manter-se no mercado, seja conseguido  junto aos acionistas ou bancos.

Apesar do risco, muitas empresas de capital intensivo são bastante lucrativas e atraentes para investidores. 

Para quem planeja começar a investir, a dica é manter-se fiel ao seu perfil de investidor