O cantor senegalês-americano Akon disse à revista Esquire que planeja lançar seu próximo álbum por meio de um token não fungível (NFT) para 'monetizá-lo a partir do dia em que for lançado'.

"Ao longo da minha carreira, sempre acreditei que os artistas nunca recebiam sua parte justa dos lucros pelo trabalho que produziam e que as pessoas escutavam", disse o cantor em entrevista para a Esquire. 

Nos últimos anos, muitos artistas reclamaram que os serviços de streaming de música não os pagam o suficiente por suas músicas.

Para Akon, os NFTs oferecem total transparência sobre onde uma música está sendo tocada, quem está tocando e quantas vezes ela foi tocada. 

“Com isso, poderei monetizá-lo a partir do dia em que for lançado em todas as plataformas existentes”, disse ele. 

Tal movimento ampliaria o envolvimento de Akon no mundo dos ativos digitais. 

Ele começou a trabalhar na construção de sua criptomoeda, Akoin, com o plano de construir uma cidade inteligente sustentável de US$ 6 bilhões no Senegal chamada Akon City

Ele disse ao Business Insider em 2020 que queria que os moradores pudessem usar o Akoin para pagar serviços básicos, impostos e outros serviços. 

O músico disse que a ideia por trás do Akoin era introduzi-lo no mercado africano como um veículo para criar oportunidades financeiras, principalmente com os jovens.

Fonte: Business Insider

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022".

Informe o DDD + 9 dígitos