Já estamos maio adentro e, na sexta-feira passada (7), a bolsa de valores já batia marcas que não víamos desde janeiro.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Sim, pode ser um indício de recuperação econômica mais à frente.

O mercado financeiro antecipa os movimentos da economia real.

Em paralelo, as empresas listadas na bolsa estão em temporada de divulgação dos resultados do 1T2021.

Para quem não lembra, foi quando tudo fechou novamente e tivemos um agravamento do ambiente pandêmico.

E olha que surpresa: a grande maioria das empresas está divulgando resultados acima da expectativa de consenso de mercado.

A situação era melhor do que parecia ser. Os números estão mostrando isso.

E agora (quase) tudo está aberto de novo.

Enquanto isso, temos o UBS se juntando à Xp projetando uma virada de chave até o final de maio ou início de junho em termos de hospitalizações e óbitos por covid e projetam 70% da população vacinada até outubro.

Mas vim aqui fazer um grande alerta e, que sim, é o alerta mais arrojado para o momento.

Se você não tiver estômago, talvez não seja para você.

Temos que ser honestos com a nossa tolerância a risco.

Novamente, é hora das small caps.

Sim, agora é um momento propício de compra de papéis com baixa capitalização de mercado, empresas pequenas ainda, mas que estão com projetos ambiciosos de expansão em andamento.

Sim, investir em small caps têm mais risco do que investir em blue chips tradicionais como Vale (VALE3), Itaú (ITUB4), Suzano (SUZB3), etc.

Mas é desse grupo de ações que virão as grandes valorizações

E não porque estou prevendo isso. Sou um humano e não posso prever o futuro.

Mas é uma simples questão aritmética.

Pense comigo...

A Vale possui praticamente R$ 500 bilhões de valor de mercado.

Se ela se multiplicasse por 10 vezes, atingiria R$ 5 trilhões, um valor de mercado praticamente equivalente ao PIB brasileiro, que hoje ronda em torno dos R$ 7 trilhões.

Não faz sentido nenhum.

Agora, uma small cap, com menos de R$ 10 bilhões de valor de mercado, possui potencial para essa transformação.

O caso recente mais emblemático é o de Magazine Luiza (MGLU3), que se multiplicou centenas de vezes.

Como Investir no Cenário Econômico Atual? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização no Brasil.

Claro, foi um caso extremo que provavelmente não irá se repetir. Que isso fique muito claro. 

Mas ele ilustra muito bem o que pode acontecer com uma small cap que cresce e se transforma em uma empresa madura de maneira bem sucedida.

Lembre-se, estamos no Brasil e não podemos idealizar as coisas.

Não espere um céu de brigadeiro para começar a investir. Ele pode nunca chegar.

A bolsa brasileira não precisa de um cenário perfeito para decolar.

Estamos falando de um movimento de regressão às médias.

E, claro, usar as small caps nesse processo pode, sim, ser um catalisador para o acúmulo de patrimônio.

Meu conselho: entenda a tese de investimento em small caps para o momento.

Não se exponha demasiadamente, separe uma verba que você poderia abrir mão por pelo menos 5 anos.

Diversifique.

Mas mais importante: não fique de fora.

Ainda veremos essas pequenas gigantes dando muitas alegrias para os investidores. Tudo passa.