O que é Bem Normal

Bem normal é um termo usado no mundo da economia que se refere ao aumento da demanda de algum bem conforme a renda do consumidor acaba aumentando.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

Sendo assim, em outras palavras, quanto maior a renda que o consumidor acaba possuindo, mais tendência ele possui em comprar esse bem.

Esse conceito do mundo da economia acaba indo na contramão do Bem Inferior, que diz que a demanda acaba diminuindo conforme a renda do consumidor aumenta gradualmente.

É válido ressaltar que apesar de possuir o termo “bem normal”, esse conceito também acaba se aplicando aos serviços oferecidos.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Bem normal e sua relação com a demanda

Um conceito importante em relação ao bem normal e que vale a pena ser conhecido é o da Elasticidade-Renda da demanda.

Esse conceito acaba se atrelando à relação da variação de renda e a suposta variação que acaba surgindo de acordo com a demanda do mercado de algum produto existente.

Sendo assim, quando o aumento de renda acaba sendo acompanhado pelo aumento de demanda acaba existindo uma elasticidade positiva entre eles. Em relação ao bem normal, é isso que acontece.

Por outro lado, quando o aumento de renda acaba sendo acompanhado por uma diminuição da demanda, há uma elasticidade negativa no mercado. Esse acaba se tornando o bem inferior.

Exemplo de bem normal

Para exemplificar melhor como funcionam os bens normais, podemos usar como exemplo o segmento de bebidas.

Carlos, por exemplo, é um consumidor que acaba comprando cerveja toda semana. Como a renda fixa de Carlos não é muito alta ele acaba comprando sempre a cerveja mais barata.

Ou seja, ele enquanto consumidor acaba se baseando no preço e consequentemente prioriza os bens com o menor preço do mercado disponível naquela semana no estabelecimento.

Por sua vez, Carlos acaba sendo promovido em seu emprego e consequentemente ganha um aumento de salário, sendo assim, sua renda acaba aumentando.

Por conta do aumento da renda de Carlos ele passa a comprar agora cervejas importadas e artesanais.

Os produtos citados acima são bens normais. Pois, assim como Carlos, vários outros consumidores vão acabar comprando cervejas importadas e artesanais quando sua renda aumentar.

Alguns outros exemplos de bens normais são:

  • Roupas de designer;
  • Equipamento eletrônico de ponta;
  • Carros novos.

Em relação aos serviços oferecidos, podemos citar o fato do consumidor:

  • Andar de Uber;
  • Cortar o cabelo em um salão famoso;
  • Ir em um restaurante caro.

Qualidade dos bens normais

O bem normal, é aquele bem que acaba não sendo acessível para as pessoas que possuem uma renda limitada, e por isso a demanda desses produtos depende muito da renda.

Mas além do preço do produto, outros pontos também merecem destaque, como a qualidade e o status que esses produtos proporcionam.

Pois, as pessoas não acabam migrando de um produto inferior para um melhor somente para acabar gastando mais. A satisfação é o desejo que move o consumidor.

Sendo assim, o consumidor acaba reconhecendo que esse produto acaba sendo de uma qualidade superior, e além disso acaba gerando maior status social para o indivíduo.

Portanto, o aumento da demanda desses bens normais não acaba surgindo muitas vezes como um aumento de renda do consumidor.

Na verdade, esse desejo acaba surgindo como ascensão social e não financeira do consumidor envolvido no processo.

Pois, as pessoas acima de tudo não querem apenas terem mais dinheiro, elas desejam se sentir melhor e parecer melhor perante aos outros.

Ou seja, essa transição do comportamento consumista está intimamente ligado ao modo como o indivíduo acaba se relacionando com o mundo. Porém, para a sua ascensão financeira e social é importante um bom planejamento financeiro pessoal.