O conselho de administração da BB Seguridade (BBSE3) aprovou um reforço de capital na Brasilprev no montante total de até R$ 600 milhões.

Segundo fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), considerando a manutenção da participação acionária de 74,995%, caberá à BB Seguros, subsidiária integral da companhia que detém o investimento direto na Brasilprev, subscrever e integralizar um valor de até R$ 449,97 milhões do aumento.

"Embora os modelos de projeção da Brasilprev não prevejam uma insuficiência de capital, por prudência, os sócios BB Seguros e Principal Financial Group optaram pelo reforço, em complemento aos recursos captados pela debênture subordinada, conforme comunicado divulgado ao mercado em 15 de junho, em virtude da volatilidade do cenário macroeconômico e do aumento do IGP-M, que acumula alta de 14,4% no ano", afirma a BB Seguridade.

Segundo a empresa, também foi deliberada pelo conselho a distribuição de R$ 1,040 bilhão como remuneração aos acionistas sob a forma de dividendos, que serão pagos em data a ser anunciada após a divulgação dos resultados do segundo trimestre de 2021, prevista para o dia 2 de agosto.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado do BB Seguridade no Primeiro Trimestre de 2021

O resultado do BB Seguridade (BBSE3) no primeiro trimestre de 2021 (1t21), divulgado no dia 03 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 977 milhões no 1t21, uma alta de 10,7% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O resultado financeiro da BB Seguridade totalizou um lucro de R$ 12,5 milhões no 1t21, apresentando retração de -56,6% quando comparado ao 1t20.

As ações do BB Seguridade (BBSE3) acumulam alta de 2,41% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 6,53% nos últimos 12 meses.

Informe o DDD + 9 dígitos

Fonte: Estadão Conteúdo.