As 25 Famílias Mais Ricas do Mundo
|

As 25 Famílias Mais Ricas do Mundo

Veja quem são as dinastias de bilhões de dólares ao redor do mundo.

Por
Atualizado em 02/07/2021

As 25 famílias mais ricas do mundo possuem, juntas, US$ 1,4 trilhão em riquezas de setores de varejo, conglomerados de mídia, farmacêuticas, entre outros, segundo a Bloomberg.

A fortuna das dinastias mais ricas do planeta vem se mantendo estável e até crescendo, mesmo com a pandemia que assolou o mundo no ano passado.

Eles são donos de marcas conhecidas mundialmente, como Walmart, M & Ms, Hermès, Chanel e detém redes de supermercados, petrolíferas, farmacêuticas, bens de luxo, investimentos, etc.

Veja a classificação definitiva da Bloomberg das famílias mais ricas do mundo em 2020.

1. Família Walton 

Fortuna estimada: US$ 215 bilhões 

Fonte de riqueza:  Walmart Inc.

Origem: Estados Unidos

A família mais rica do mundo continua sendo os Walton, proprietários do Walmart (WALM34).

Os irmãos Sam Walton (m. 1992) e James “Bud” (m. 1995) fundaram o Walmart em 1962 em Rogers, Arkansas.

Hoje, a empresa é a maior varejista do mundo em receita, com vendas de US$ 524 bilhões, de acordo com a Bloomberg.

A multinacional opera em 27 países diferentes, com 11.000 lojas e 55 nomes diferentes.

As operações do Walmart são organizadas em quatro divisões: Walmart US, Walmart International, Sam’s Club e Global eCommerce com vários formatos de varejo em todas essas divisões.

Cerca de metade das ações do Walmart é detida por sete herdeiros dos fundadores, que incluem os três filhos vivos de Sam – Rob, Jim e Alice – sua nora Christy e seu filho Lukas, além das duas filhas de Bud, Ann e Nancy.

No topo da cadeia de valor estão Alice e Jim Walton com fortuna estimada em US$ 64 bilhões cada e classificados em 17º e 18º lugares, respectivamente, na lista anual de bilionários da Forbes de 2021. 

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

2. Família Mars

Fortuna estimada: US$ 120 bilhões 

Fonte de riqueza: Mars Inc.

Origem: Estados Unidos

A terceira família mais rica do mundo é a americana Mars, dona da Mars Inc., uma das maiores empresas mundiais de doces e rações para animais de estimação, com vendas de US$ 40 bilhões.

A Mars foi fundada em 1911, quando Frank Mars e sua esposa Ethel procuravam uma nova forma de se sustentar e começaram a vender doces em sua cozinha em Tacoma, Washington.

O filho de Frank, Forrest Sr., ingressou na empresa em 1929. Juntos, eles fizeram o primeiro torrão de chocolate, estabelecendo a base para as barras Snickers e Milky Way.

Forrest Sr. brigou com seu pai e abriu seu próprio negócio em 1932 na Inglaterra.

Quando Forrest Sr. morreu em 1999, seus filhos, Jacqueline, John e Forrest Jr. Mars (m. 2016), herdaram uma participação na empresa.

Jacqueline trabalhou na empresa por quase 20 anos e atuou no conselho até 2016. Ela e John possuem, cada um, cerca de um terço da empresa. As quatro filhas de seu falecido irmão Forrest Jr. possuem o resto.

A empresa agora é administrada pela quarta geração de membros da família Mars.

A família Mars evita os holofotes e até hoje permanece um pouco misteriosa. 

Já a empresa, conhecida pelos doces Twix e M & M’s, diversificou sua área de atuação e é dona das principais comida para animais de estimação como Pedigree, Whiskas e Royal Canin, e das maiores redes privadas americanas de hospitais veterinários, Banfield e VCA.

Atualmente, os produtos para animais de estimação representam cerca de metade da receita de mais de US$ 38 bilhões da empresa.

3. Família Koch 

Fortuna estimada: US$ 109,7 bilhões 

Fonte de riqueza:  Indústrias Koch

Origem: Estados Unidos

A família Koch possui 42% da Koch Industries, empresa petrolífera fundada por Fred C. Koch em 1940, gera cerca de US$ 115 bilhões em receita anualmente.

Seu filho Charles assumiu como presidente e CEO após sua morte em 1967.

Ele e seu irmão David expandiram a refinaria de petróleo e diversificaram o negócio para incluir produtos químicos, papel e celulose, fertilizantes, energia e um fundo de capital de risco.

Após uma luta pelo poder levou ao afastamento dos outros dois irmãos, Frederick e Bill, em 1983.

Charles Koch continua sendo o chefe da Koch Industries e possui um patrimônio de cerca de US$ 46 bilhões, ocupando a 27 posição no ranking de bilionários da Forbes.

David Koch, falecido em 2019, foi vice-presidente executivo até cerca de um ano antes de sua morte. Ele deixou sua fortuna de US$ 53 bilhões para sua esposa Julia Flesher Koch.

Em 2020 a Koch Industries foi eleita a maior empresa de capital fechado dos Estados Unidos em faturamento pela revista revista Forbes. 

A família administra uma parte de sua riqueza por meio do family office 1888 Management.

Banner will be placed here

4. Al Saud – Família Real Saudita

Fortuna estimada: US$ 95 bilhões

Fonte de riqueza: petróleo

Origem: Arábia Saudita

A dinastia dos Al Saud no comando da Arábia Saudita acontece desde o início do século XX.

O império da família real vem de uma combinação de receitas da indústria de petróleo da Arábia Saudita, que inclui a Saudi Aramco, empresa mais valiosa do mundo, e os ganhos pessoais da realeza com a negociação de contratos governamentais e outros investimentos.

É difícil avaliar com precisão a riqueza da família Al Saud, já que existem mais 15.000 membros estendidos. 

Em 2020, o patrimônio líquido combinado de toda a família real foi estimado em cerca de US$ 100 bilhões, o que a torna a família real mais rica entre todos os monarcas, bem como uma das famílias mais ricas do mundo. 

Já outras estimativas da riqueza da família real colocam o número em  até US$ 1,4 trilhão.

O príncipe herdeiro Mohammed bin Salman sozinho tem ativos estimados em mais de US$ 1 bilhão e é conhecido por gastar milhões em mansões e iates .

O herdeiro de 34 anos subirá ao trono após a morte de seu pai, o rei Salman bin Abdulaziz Al Saud, de 85 anos. 

5. Família Ambani 

Fortuna estimada: US$ 81,3 bilhões

Fonte de riqueza: Reliance Industries

Origem: Índia

A riqueza da família Ambani vem da Reliance Industries, um conglomerado indiano que possui o maior complexo de refino de petróleo do mundo, além de participações nos setores de varejo e telecomunicações.

A Reliance foi fundada por Dhirubhai Ambani em 1966 como um pequeno fabricante de têxtil.

Após a morte de seu pai em 2002, Mukesh Ambani e seu irmão mais novo Anil dividiram o império da família.

Mukesh Ambani está em 10º lugar na lista de bilionários da Forbes de 2021 e mora em uma mansão de 27 andares em Mumbai.

Ele é o CEO e supervisiona o setor de refino, petroquímica, petróleo, gás e têxteis da empresa.

Anil, gerencia o setor de telecomunicações, gestão de ativos, entretenimento e geração de energia.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

6. Família Dumas 

Fortuna estimada: US$ 63,9 bilhões

Fonte de riqueza: Hermès

Origem: França

A grife de luxo francesa Hermès é a base para a fortuna da família Dumas, sexta dinastia mais rica do mundo.

Muito antes dos famosos lenços e bolsas, a história da marca teve início em 1837 quando Thierry Hermes começou a fabricar equipamentos de equitação para as casas da realeza em toda a Europa.

Eram vendidos acessórios em couro, como baús para carruagens, selas, rédeas, estribos, botas, luvas e cintos. 

Essa primeira oficina foi passada para as mãos de seu filho, Charles-Émile Hermès, e de seus netos, Adolphe e Émile-Maurice. 

Émile estendeu as atividades da empresa para além da cavalaria. Além de trazer o zíper para as roupas, os lenços Hermès também são atribuídos a ele.

Émile-Maurice Hermès teve quatro filhas, destas, 3 se casaram e criaram novos ramos da família: Guerrand, Puech e Dumas. É por isso que ninguém na família hoje leva o nome Hermès. 

Na década de 1950, Robert Dumas, marido de Jacqueline Hermes, assumiu a empresa.

Um dos cinco filhos de Dumas, Jean-Louis, foi nomeado CEO e diretor criativo da Hermes em 1978. 

É dele o crédito de transformar a empresa na potência de luxo que é hoje.

Atualmente são os descendentes de quinta e sexta geração de Thierry Hermes que dirigem a empresa. 

Axel Dumas é o CEO e Pierre-Alexis Dumas é o diretor artístico.

7. Família Wertheimer 

Fortuna estimada: US$ 54,4 bilhões

Fonte de riqueza: Chanel

Origem: França

A discreta família Wertheimer administra a famosa casa de alta costura francesa Chanel por três gerações.

Os irmãos Alain e Gerard Wertheimer estão colhendo os frutos do financiamento de seu avô para a designer Coco Chanel na Paris dos anos 20. 

Em 1924, Coco Chanel aliou-se a Pierre Wertheimer, empresário de uma família de importantes comerciantes, para formar a Parfums Chanel com o objetivo de levar sua fragrância Chanel N° 5 a um público mais amplo. 

O grupo Chanel gradualmente se constituiu em múltiplas atividades.

Em 1965, o filho de Pierre, Jacques Wertheimer, assumiu a gestão, que depois seria gerida por Gerard e Alain, netos de Pierre e filhos de Jacques. 

Após a morte de Coco, eles contrataram o melhor designer da época, o falecido Karl Lagerfeld. 

Ao mesmo tempo em que preservou o legado de Coco Chanel, ele introduziu seu toque particular de vanguarda, sabendo dar o tom da moda internacional até seus últimos dias.

A Chanel gerou US$ 12,3 bilhões em receita no ano passado.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

8. Família Johnson 

Fortuna estimada: US$ 46,3 bilhões

Fonte de riqueza: Fidelity Investments

Origem: Estados Unidos

A Fidelity Investments foi fundada por Edward C. Johnson II em 1946.

É uma das maiores empresas de serviços financeiros do mundo, com US$ 4,9 trilhões em ativos sob gestão.

Atualmente a Fidelity é dirigida pela neta de Johnson, Abigail Johnson, que assumiu o lugar de seu pai em 2014. 

A bilionária possui uma participação estimada de 24,5% da empresa e divide sua fortuna com três gerações de sua família.

9. Famílias Boehringer e von Baumbach  

Fortuna estimada: US$ 45,7 bilhões

Fonte de riqueza: Boehringer Ingelheim

Origem: Alemanha

O patrimônio da Família Boehringer / Von Baumbach vem da empresa familiar Boehringer Ingelheim, fundada em 1885 na Alemanha por Albert Boehringer. 

Mais de 130 anos depois, a família ainda dirige a farmacêutica que é uma das empresas de capital fechado mais valiosas da Europa.

A Boehringer Ingelheim desenvolve medicamentos nas áreas de saúde cardiovascular, oncologia, respiratória, doenças metabólicas, imunologia e saúde retinal.

O negócio da família teve início em 1885, quando Albert Boehringer, na época com apenas 24 anos, comprou uma pequena fábrica para fazer sais de ácido tartárico para farmácias e tinturarias.

Em 1893, Albert renomeou a empresa CH Boehringer Sohn em homenagem a seu pai, Christoph Heinrich Boehringer. 

Com o passar dos anos, a empresa tornou-se uma das principais farmacêuticas do mundo. 

Atualmente é dirigida pelo bisneto de Albert Boehringer, Hubertus von Baumbach.

10. Família Albrecht 

Fortuna estimada: US$ 41 bilhões

Fonte de riqueza: Aldi

Origem: Alemanha

Aldi é uma rede internacional de supermercados que cresceu quando os irmãos Theo e Karl Albrecht começaram a administrar a mercearia de seus pais após a Segunda Guerra Mundial. 

Hoje, existem mais de 10.000 lojas entre as duas filiais, Aldi Nord e Aldi Sud. 

O lado da família de Theo também investiu na rede americana de supermercados Trader Joe’s que foi comprada em 1979, transformando-a em uma rede com mais de 350 lojas.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

11. Família Thomson

Fortuna estimada: US$ 40,6 bilhões

Fonte de riqueza: Thomson Reuters

Origem: Canadá

A riqueza da família mais rica do Canadá se originou no início dos anos 1930, quando Roy Thomson abriu uma estação de rádio em Ontário. 

Ele se diversificou em jornais e se tornou o principal proprietário do país. 

A família detém uma participação de 66% na empresa multinacional de meios de comunicação e informação. 

A empresa tem sido um dos maiores fornecedores mundiais de serviços de comunicações especializadas em economia e negócios.

12. Famílias Hoffmann e Oeri

Fortuna estimada: US$ 38,8 bilhões

Fonte de riqueza: Roche

Origem: Suíça

A farmacêutica Roche Holding foi fundada pelo empresário Fritz Hoffmann-La Roche em 1896. Desde então, a Roche cresceu e se tornou uma das principais empresas de saúde do mundo.

Seus descendentes agora controlam uma participação de 9% na empresa, cujos medicamentos oncológicos de grande sucesso ajudaram o grupo a gerar US$ 62 bilhões em receitas de 2019. 

13. Família Mulliez

Fortuna estimada: US$ 38,4 bilhões

Fonte de riqueza: Auchan

Origem: França

A família Mulliez não é apenas uma das mais ricas da Europa, mas também uma das maiores. 

A holding da família, Association Familiale Mulliez (AFM), é co-propriedade de mais de 1.000 membros da família, 600 dos quais são milionários.

A história empreendedora da família inicia quando o pai de Gérard Mulliez, fundador  da Auchan, uma das maiores redes de supermercados da Europa, Gérard Sr. abriu uma loja de varejo. 

A família Mulliez possui um império de varejo. A holding familiar controla, além da Auchan, um grupo diversificado de cadeias de varejo, como Leroy Merlin, Decathlon, Saint Maclou, Kiloutou, Kiabi, Flunch, etc.

Banner will be placed here

14. Família Cargill / MacMillan

Fortuna estimada: US$ 38,1 bilhões

Fonte de riqueza: Cargill

Origem: Estados Unidos

Os membros desta família são proprietários majoritários da Cargill Inc., multinacional de produção e processamento de alimentos

Atualmente é a segunda maior empresa do mundo de capital fechado.

A empresa foi fundada por William W. Cargill, em 1865, que iniciou o negócio de commodities com um armazém de armazenamento de grãos em Conover, Iowa.

15. Família Johnson (SC)

Fortuna estimada: US$ 37,3 bilhões

Fonte de riqueza: SC Johnson

Origem: Estados Unidos

A empresa de produtos de higiene e limpeza é uma das empresas familiares mais antigas dos Estados Unidos.

Iniciou suas atividades em 1886 quando Sam Curtis Johnson comprou a divisão de pisos de parquete da Racine Hardware Manufacturing Company e nomeou a nova empresa como SC Johnson. 

O principal produto da empresa na época era o piso de parquet, acrescentando posteriormente outros produtos para o cuidado do piso.

Cinco gerações da família Johnson transformaram a SC Johnson em um fabricante de utensílios domésticos. 

Suas marcas incluem Mr. Muscle, Raid e Windex, OFF!, Glade, Grand Prix, Bravo e Pato Purific.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

16. Famílias Van Damme, De Spoelberch, De Mevius

Fortuna estimada: US$ 36,8 bilhões

Fonte de riqueza: Anheuser-Busch InBev

Origem: Bélgica

O empreendimento coletivo dessas três famílias belgas de fabricantes de cerveja tem raízes no século XIV. 

A família Van Damme juntou-se aos outros quando a fusão de 1987 entre a Piedboeuf e a Artois levou à criação da Interbrew, que se fundiu com a brasileira AmBev em 2004.

17. Família Quandt

Fortuna estimada: US$ 34,7 bilhões

Fonte de riqueza: BMW

Origem: Alemanha

Herbert Quandt ajudou a transformar a Bayerische Motoren Werke de uma fabricante de automóveis em dificuldades em uma das maiores fabricantes mundiais de veículos de luxo. 

A matriarca da família Johanna Quandt morreu em 2015 e seus filhos, Stefan Quandt e Susanne Klatten, possuem quase metade da empresa.

18. Família Cox

Fortuna estimada: US$ 33,1 bilhões

Fonte de riqueza: Cox Enterprises

Origem: Estados Unidos

A família Cox controla a Cox Enterprises, um conglomerado com receita de cerca de US$ 21 bilhões. 

Suas principais subsidiárias operacionais são Cox Communications, Cox Automotive e Cox Media Group.

James M. Cox fundou a empresa em 1898. Seus descendentes, incluindo James C. Kennedy e Blair Parry-Okeden, continuam acionistas.

19. Família Rausing

Fortuna estimada: US$ 32,9 bilhões

Fonte de riqueza: Tetra Laval

Origem: Inglaterra

A riqueza da família se originou com as embalagens cartonadas de bebidas criadas por Ruben Rausing na Suécia na década de 1950. 

Descendentes do filho de Ruben, Gad, controlam a Tetra Laval, uma das maiores empresas de embalagens do mundo, composto por três grupos industriais independentes: Sidel, Tetra Pak e DeLaval. 

Outro filho de Ruben, Hans, vendeu sua participação no negócio para Gad em 1995 e mais tarde investiu em embalagens ecológicas e ações por meio da Alta Advisers, com sede em Londres.

20. Família Newhouse

Fortuna estimada: US$ 31 bilhões

Fonte de riqueza: Advance Publications

Origem: Estados Unidos

SI Newhouse fundou a Advance em 1922. Ele formou um portfólio de jornais, revistas, televisão a cabo e estações de rádio que os filhos Samuel e Donald comandaram. 

Diretamente e por meio de várias subsidiárias, o grupo possui Discovery Channel, Condé Nast, revista Wired, Lycos, Angelfire, Tripod.com  Turnitin e é o acionista majoritário do Reddit.

Dicas sobre Liberdade Financeira

21. Família Chearavanont

Fortuna estimada: US$ 30,7 bilhões

Fonte de riqueza: Charoen Pokphand Group

Origem: China – Tailândia

Chia Ek Chor fugiu de sua vila devastada pelo tufão no sul da China e começou uma nova vida na Tailândia, vendendo sementes de vegetais com seu irmão em 1921. 

Quase um século depois, o filho de Chia, Dhanin Chearavanont, é presidente sênior do Charoen Pokphand Group, maior empresa privada da Tailândia e um dos maiores conglomerados mundiais.

A empresa possui oito linhas de negócios e investimentos em 21 países. 

22. Família Ferrero

Fortuna estimada: US$ 30,5 bilhões

Fonte de riqueza: Ferrero

Origem: Itália

A empresa global de confeitos de chocolate fabricante dos produtos Nutella, Tic Tac, Mon Chéri, Ferrero Roche e Kinder surgiu a partir de uma única loja fundada em 1942  pelo confeiteiro Pietro Ferrero na pequena cidade italiana de Alba. 

Com a morte de Pietro em 1949, seu filho Michele assumiu o controle da empresa.

Atualmente é o seu filho de Michele, Giovanni quem assumiu o comando dos negócios da família depois que seu irmão, também chamado Pietro, morreu em um acidente de bicicleta em 2011.

A Ferrero adquiriu o negócio de doces da Nestlé nos Estados Unidos por US$ 2,8 bilhões em 2018.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

23. Família Kwok

Fortuna estimada: US$ 30,4 bilhões

Fonte de riqueza: Sun Hung Kai Properties

Origem: Hong Kong

Kwok Tak-seng fundou a Sun Hung Kai Properties em 1972. Desde então, a empresa se tornou uma das maiores incorporadoras imobiliárias de Hong Kong e a base da fortuna da família Kwok. 

Seus filhos, Walter, Thomas e Raymond, assumiram o controle quando ele morreu em 1990.

24. Família Pritzker

Fortuna estimada: US$ 29,6 bilhões

Fonte de riqueza: Hotéis Hyatt

Origem: Estados Unidos

Filho de um imigrante ucraniano, AN Pritzker começou a investir em imóveis e empresas com problemas enquanto trabalhava para o escritório de advocacia de seu pai. 

Os investimentos semearam a fortuna de uma das dinastias mais antigas da América, cujos ativos incluem os hotéis Hyatt. 

A família é formada por democratas proeminentes, com Penny Pritzker servindo como secretária de comércio dos EUA no governo do presidente Barack Obama.

25. Família Lee

Fortuna estimada: US$ 29 bilhões

Fonte de riqueza: Samsung

Origem: Coréia do Sul

Lee Byung-chull começou a Samsung como uma empresa comercial que exportava frutas, vegetais e peixes em 1938. 

Ele entrou no negócio de eletrônicos criando a Samsung Electronics em 1969, que se tornou a maior fabricante mundial de chips de memória e smartphones. 

Após sua morte em 1987, seu terceiro filho, Lee Kun-hee, assumiu o negócio. Ele teve um ataque cardíaco em 2014 e seu filho, Jay Y. Lee, está liderando a Samsung.

Dicas sobre Liberdade Financeira

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE