Antifrágil: Lições para se Beneficiar com o Caos
|

Antifrágil: Lições para se Beneficiar com o Caos

Veja as lições do livro ‘Antifrágil’ e como esse conceito se aplica na sua vida e nos seus investimentos.

Por
Atualizado em 29/03/2021

Se você deseja ter sucesso em qualquer área da vida, se separar da manada, aproveitar o melhor dos tempos de crise e se beneficiar com o caos, você precisa se tornar antifrágil.

O termo “antifrágil” foi popularizado por Nassim Taleb em seu livro “Antifrágil: Coisas que se beneficiam com o Caos” e refere-se a coisas ou pessoas que ganham força ou crescem com a desordem geral.

“Algumas coisas se beneficiam de choques; eles prosperam e crescem quando expostos à volatilidade, aleatoriedade, desordem e fatores estressantes e amam a aventura, o risco e a incerteza. No entanto, apesar da onipresença do fenômeno, não há palavra para o exato oposto de frágil. Vamos chamá-lo de antifrágil.”

Para muitas pessoas, o oposto de frágil poderia ser “robusto” ou “resiliente”, mas não para Taleb.

Ele argumenta que se itens frágeis quebram quando expostos ao estresse, algo que é o oposto de frágil, simplesmente não quebra quando colocado sob pressão. Em vez disso, fica mais forte .

“A antifragilidade está além da resiliência ou robustez. O resiliente resiste a choques e permanece o mesmo, já o antifrágil fica melhor ”.

A antifragilidade é uma qualidade essencial para empresas, governos e até mesmo indivíduos que desejam prosperar em um mundo cada vez mais complexo e volátil.

Não basta simplesmente ser resiliente. Você tem que se recuperar e se tornar mais forte e melhor.

Há muitas pessoas que fazem isso. Eles se recuperam de perdas de empregos, de entes queridos e outros eventos catastróficos em suas vidas, para sair mais fortes do que nunca.

No livro Antifrágil, Nassim Taleb se aprofunda sobre o tema destacando a necessidade de conflitos e adversidades como molas propulsoras para avançarmos.

Ao entendermos esse conceito, podemos ver com outros olhos todos os desafios em nossa vida e as vantagens de assumir riscos controlados para se beneficiar desses eventos inesperados.

Veja o que é ser antifrágil, como desenvolver a antifragilidade e como aplicá-la na sua vida e nos seus investimentos.

O que é antifrágil

Antifrágil é tudo aquilo que se beneficia do caos. Ou seja, tem a capacidade de lidar com as adversidades e sair delas em melhor situação do que a inicial.

É uma forma de se tornar ainda mais forte com o tempo, usando as dificuldades a seu favor.

O conceito foi criado e divulgado pelo analista de riscos e autor, Nassim Nicholas Taleb, em seu livro: Antifrágil: Coisas que se beneficiam com o caos.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Frágil, Resiliente, Antifrágil: Quem é quem no mercado de ações?

O conceito central de Taleb em Antifrágil é que todas as coisas, pessoas, sistemas, organizações e ideias podem ser categorizados: frágil, resiliente ou antifrágil.

Enquanto coisas frágeis perdem com a volatilidade, coisas robustas resistem e coisas anti frágeis se beneficiam disso.

Assim, a fragilidade implica mais em perder do que ganhar em situações de estresse.

Os robustos ou resilientes estão no meio termo, ganhando e perdendo de maneira igual.

E a antifragilidade implica em uma assimetria favorável de mais ganhos.

CategoriaCaracterísticasMitologia
FrágilPerdem com a volatilidadeEspada de Dâmocles 
Tem mais a perder do que a ganhar em situações de estresse
Buscam tranquilidade
Erros raros, mas de grandes proporções
ResilientePermanece o mesmo na volatilidadeFênix
Indiferente às situações de mercado
AntifrágilCresce e fica mais forte com a volatilidadeHidra de Lerna 
Tem mais a ganhar do que a perder em situações de estresse
Buscam o caos
Erros pequenos e benignos

Frágil

Coisas que são frágeis quebram ou sofrem com o caos e a aleatoriedade. Como têm mais a perder do que a ganhar em tempos de volatilidade, buscam tranquilidade.

Taleb compara o frágil à lenda grega de 2400 anos da Espada de Dâmocles, uma metáfora da insegurança daqueles com grande poder.

Dâmocles era membro da corte do rei Dionísio, que invejava muito a vida de poder e luxo do rei.

Então, o rei ofereceu-lhe o trono por uma noite para que ele pudesse ver por si mesmo como era estar na pele de alguém com tanto poder.

Quando Dâmocles estava no meio da glória que havia sonhado, com toda riqueza e servos cuidando de suas necessidades, se assustou ao ver pendurada sobre sua cabeça uma espada afiada, suspensa apenas por um fino fio de crina de cavalo.

A qualquer momento o cabelo poderia se partir e matá-lo instantaneamente. De repente, ser rei não parecia tão bom.

Dâmocles percebe que não quer ser tão “afortunado” quanto o rei, afinal, como Dionísio lembrou-lhe: “Essa espada também pende todos os dias sobre a minha cabeça”.

É o perigo ao qual está exposto o poder, e o tributo pago por sua busca a qualquer preço.

Junto com o grande poder e sucesso, vêm também grandes perigos e ansiedade. 

Quando você ganha status e riqueza, suas responsabilidades aumentam. Além disso, você deve estar constantemente alerta para os adversários que desejam destroná-lo. 

É por isso que a Espada de Dâmocles é uma ótima metáfora para a fragilidade. 

Quando você é frágil, um pequeno empurrão pode te derrubar.

Você não precisa estar em uma posição de poder para experimentar o efeito da Espada de Dâmocles em sua vida. 

A espada também pode ser algo como uma dívida ou a falta de planejamento financeiro.

Mesmo quando está em uma situação desfavorável, tudo está “ótimo”, desde que as coisas permaneçam relativamente estáveis. Mas adicione um pouco de volatilidade, com a perda do emprego, doença ou carro quebrado e a espada cai.

Dentre as coisas que Taleb argumenta que contribuem para a fragilidade de uma pessoa ou organização estão:

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Coisas frágeis geralmente são grandes

O tamanho geralmente oferece uma falsa sensação de segurança, mas grandes organizações e governos, normalmente não são ágeis o suficiente para sobreviver, muito menos prosperar em tempos de adversidade. 

Existem muitas complicações e camadas de burocracia para permitir uma ação rápida.

Elas são comparadas ao Titanic na noite que naufragou. No momento em que os vigias localizaram o iceberg, era tarde demais para tomar uma ação corretiva.

A velocidade de giro do navio era muito lenta e o raio muito grande. 

Para navegar com sucesso em direção a uma direção segura, era necessário mais tempo. Porém, o tempo nem sempre está disponível durante uma crise.

Em tempos de estresse, vale a pena ser pequeno e ágil.

Coisas frágeis dependem de respostas que vêm de fora

Se algo frágil é exposto ao estresse, não há nada integrado para ajudar a afastá-lo.  A resposta sempre vem de algo externo a ele.

Uma pessoa frágil provavelmente precisará de ajuda externa quando uma adversidade chegar. Seja por falta de capital financeiro, social ou emocional.

Coisas frágeis são otimizadas demais

Empresas, pessoas e organizações excessivamente otimizadas e

obcecadas por eficiência funcionam muito bem desde que tudo ocorra conforme o planejado.

Porém, raramente tudo sai como planejado. A aleatoriedade é a regra, não a exceção.

Para Taleb, quando erros aleatórios ou flutuações ocorrem em sistemas excessivamente otimizados, “os erros se combinam, se multiplicam, aumentam, com um efeito que só vai em uma direção – a errada”.

Sistemas frágeis procuram eliminar a variabilidade e a tensão

Como as pessoas e os sistemas frágeis não têm respostas embutidas ao estresse e à variabilidade, eles ingenuamente tentam eliminá-los completamente.

Porém, não se pode eliminar a aleatoriedade. Lembre-se de que a aleatoriedade e a variabilidade são a regra, não a exceção.

Tentar eliminar o estresse não é apenas uma causa perdida, mas acaba tornando uma pessoa ou sistema já frágil ainda mais frágil.

Taleb chama as pessoas que tentam eliminar a volatilidade de “fragilistas”. 

Os chamados “pais de helicóptero” são ótimos exemplos disso. O comportamento superprotetor pode ser muito nocivo para os filhos.

A mente humana requer variabilidade, adversidade e estresse para se tornar forte. Ao privar os filhos do estresse, os pais do helicóptero “fragilizam” seu futuro.

Fazendo uma analogia com o mercado de ações, esse padrão se encaixa como os investidores passivos. 

Mesmo que sejam pequenos, não são ágeis o suficiente para sobreviver, principalmente pela sua falta de educação financeira.

Então, em momentos de volatilidade, eles ficam paralisados ​​e perdem grandes oportunidades ou fazem um movimento errado na hora errada e perdem dinheiro.

Banner will be placed here

Resiliente

O resiliente ou robusto não se importa se as circunstâncias se tornam voláteis. Eles permanecem estáveis, seja em tempos de adversidade ou de tranquilidade.

Taleb compara essa característica à Fênix

A Fênix é um pássaro imortal que entrava em autocombustão e, passado algum tempo, ressurgia das próprias cinzas. 

Mas ela não melhora ou piora com sua morte e renascimento cíclicos. Simplesmente permanece o mesmo

Resiliência é mais desejável do que fragilidade, mas Taleb argumenta que almejar apenas isso não é um movimento inteligente.

Para crescer, você não pode simplesmente se recuperar da adversidade e voltar ao estado em que estava antes. O objetivo deve ser ir além para se tornar antifrágil.

Sempre que possível, você deve sempre encontrar oportunidades para crescer a partir da desordem, da volatilidade e da adversidade.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

Antifrágil

Coisas que são anti frágeis crescem e se fortalecem com a volatilidade e o estresse.

Taleb compara a antifragilidade à Hidra de Lerna, um monstro da mitologia grega com corpo de dragão e várias cabeças de serpente. 

Sempre que uma de suas cabeças eram cortadas, nasciam duas em seu lugar. Portanto, se tornava mais forte com a adversidade. 

Segundo Taleb, as principais características dessa qualidade são:

Menos é mais

Para se tornar antifrágil, vale a pena ser pequeno. Com isso vem a maior agilidade e flexibilidade durante tempos voláteis e caóticos.

Voltando ao exemplo dos icebergs, é preferível estar em um barco a jato pequeno, mas manobrável, do que em um transatlântico gigante, mas lento.

Respostas incorporadas ao antifrágil

Ao contrário das coisas frágeis que exigem uma resposta externa para protegê-las da variabilidade e do estresse, as coisas anti frágeis têm força e proteção embutidas.

Nossos músculos são um ótimo exemplo de uma resposta embutida à adversidade. Eles requerem estresse para crescer e ficarem mais fortes.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Como se tornar Antifrágil

O livro de Taleb “Antifrágil: Coisas que se beneficiam com o caos” está repleto de táticas que você pode usar para tornar sua vida e negócios anti frágeis. 

O ideal para construir uma vida de sucesso é trabalhar para se tornar antifrágil em todos os aspectos.

Veja algumas de suas dicas: 

Desafios são combustíveis para o crescimento

Encontre maneiras de injetar um pouco de estresse na sua vida a fim de se desafiar.

Seu corpo e sua mente têm antifragilidade incorporada, mas requerem estresse para que essa antifragilidade seja ativada.

Exercícios desafiadores para seu corpo, leitura de novos livros para sua mente, coisas que te empurrem para fora de sua zona de conforto, novos hobbies e atividades. 

Todas essas coisas ajudam a mantê-lo constantemente trabalhando e se tornando mais forte.

Adicione redundâncias em sua vida

Sempre mantenha uma reserva de emergência e algum dinheiro em caixa.

Ter dinheiro sobrando torna você resiliente às recessões econômicas e permite que você aproveite as vantagens de tais condições, uma vez que tem capital para comprar no mercado a preços baratos.

Empregue a estratégia de “barra de investimento”

Taleb descreve a “estratégia de barra” como “uma atitude de jogar com segurança em algumas áreas e correr pequenos riscos em outras, alcançando assim a antifragilidade”. 

Dessa forma, equilibra os riscos ao se reduzir a volatilidade de um lado e se expor a ganhos potencialmente maiores em outro.

Isso vale tanto para montar sua carteira de investimentos, como para as demais áreas da sua vida.

Por exemplo, gaste 90% do seu tempo no trabalho diário enquanto usa os 10% fora do trabalho para iniciar um negócio. 

Gaste 90% do seu tempo de lazer com seus amigos e familiares habituais e os outros 10% indo a eventos e encontros aleatórios.

Nunca aceite o conselho de alguém que não tem “pele no jogo”

“Skin in the game” é um termo que se consolidou no mercado como uma ferramenta de segurança que permite analisar o nível de confiabilidade de acordo com o envolvimento dos próprios administradores da empresa. 

Preste atenção de quem você aceita conselhos. Essa pessoa já fez ou faz o que prega?

Aplique a estratégia “Via Negativa”

Para Taleb, a vida pode ser melhorada de forma mais consistente removendo coisas em vez de acrescentar. Isso é chamado de via negativa.

Assim, ao invés de concentrar seu tempo em adicionar coisas à sua vida para torná-la melhor, concentre-se primeiro em subtrair hábitos, práticas, coisas e pessoas que o fragilizam. 

Alguns exemplos: livrar-se de dívidas, parar de fumar, parar de andar com amigos tóxicos, eliminar alimentos não saudáveis.

Mantenha suas opções abertas

A opcionalidade é outro meio de se tornar antifrágil. Se você tiver mais opções, poderá aproveitar melhor as oportunidades sempre que elas surgirem.

Se você tem dinheiro, certamente aumenta suas opções para respirar durante crises econômicas e oferece flexibilidade para aproveitar oportunidades. 

Aumentar suas habilidades também oferece opções. Se uma carreira falir, você terá as habilidades para iniciar uma nova.

Tentativa e erro é a melhor estratégia de sucesso

A estratégia de sucesso mais antiga e testada pelo tempo é a tentativa e erro . Pode parecer simples, mas na verdade é extremamente poderoso. Ele se alinha perfeitamente com a natureza humana.

Conforme explica Taleb, cada tentativa e erro fornece novas informações sobre se suas ações e se elas estão movendo ou não em uma direção positiva. 

É uma evidência do mundo real do que funciona e do que não funciona. Com o tempo, conforme você faz ajustes com base no feedback de seus testes, seu aprendizado se acumula e seu progresso se torna cada vez mais rápido. 

Esse progresso positivo constante é o que o tornará extremamente bem-sucedido.

Teste do tempo

Coisas que são mais antigas são geralmente melhores, pois passaram pelo teste do tempo.

Uma coisa que já existe há muitos anos tem mais probabilidade de permanecer por muito mais anos, uma vez que foi testada por mais tempo. 

O tempo quebra coisas frágeis e torna as coisas anti frágeis muito mais fortes.

Isso não significa necessariamente que as coisas novas sejam fracas, mas certamente é mais seguro escolher coisas mais antigas do que novas.

Segredo da Riqueza

Como montar um portfólio de investimentos que se beneficia do caos

Ao montar carteiras de investimento anti frágeis você tem a capacidade de se beneficiar das adversidades e da própria volatilidade do mercado financeiro.

Assim, mesmo que você enfrente uma crise ou imprevisto que impacta os seus rendimentos, sua carteira de investimentos é capaz de se sair bem em momentos de dificuldade do mercado, porque está exposta a elementos descorrelacionados e diversificados.

A abordagem de Taleb para construir uma carteira de investimentos antifrágil é conhecida como a Estratégia Barbell.

Ela consiste em alocar a maior parte do seu capital (60%-90%) em ativos extremamente seguros, como renda fixa e ações de empresas consolidadas.

E alocar o restante (10%-30%) em ativos mais arriscados como ações de pequenas empresas.

A ideia dessa estratégia é permitir que o investidor proteja a maior parte do seu capital, porém quando acontecem os cisnes negros, o investidor pode captar esses grandes ganhos.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

Por que ser antifrágil?

Não podemos prever situações de choque ou crises como a recente crise do coronavírus, por exemplo. Mas, quando esses eventos ocorrem, por mais que eles nos tragam desafios, também podem representar bons momentos para o crescimento em diferentes áreas.

Nassim Taleb diz que devemos nos beneficiar do caos ao entender que eles ocorrem e que não há outra alternativa senão ajustar-se rapidamente e aproveitar o momento de incerteza.

Quando as bolsas e as economias mundiais recuaram fortemente em março de 2020, muitos investidores tiveram prejuízo. No entanto, quem investiu no tempo certo, pode ter obtido bons lucros.

É preciso aprender e colocar em prática o conceito do antifrágil na hora de cuidar dos seus investimentos não apenas buscando por oportunidades na adversidade, mas também lidando melhor com os riscos.

Dicas sobre Liberdade Financeira

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE