O que é Acionista

A palavra acionista é utilizada para fazer referência a alguém que possui  uma ou mais ações, ou seja, participações no capital social de uma empresa.

O termo é muito utilizado por investidores, analistas, corretoras e demais envolvidos na bolsa de valores, que por sinal, é o local onde se negocia, compra e vende as ações das principais empresas de capital aberto do mercado.

Sabendo que cada ação é uma pequena cota do capital social das empresas listadas na bolsa de valores, podemos dizer que cada investidor é também um sócio e acionista das empresas na qual investe.

Muito embora, é importante destacar, que a maioria dos investidores que aplicam seus recursos em ações, são sócios minoritários e sem poder de decisão nos negócios e nas decisões das empresas.

Para que tenha poder de voto e decisão, o investidor deve adquirir um volume considerável de ações ordinárias de uma mesma empresa, visando acumular um percentual expressivo do seu capital social.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Classificação de acionistas

Agora, que você já sabe, que acionista é todo aquele que investe na compra de ações, ou seja, na aquisição de pequenas frações do capital social de uma ou mais empresas, é hora de compreender e saber como distinguir os principais tipos de acionistas do mercado.

Acionista minoritário: O acionista minoritário é aquele que detém o direito sobre um pequeno volume de ações de uma mesma empresa, proporcionalmente ao número de ações emitidas.

Devido ao volume reduzido do seu investimento e participação nos negócios de uma empresa, esse tipo de acionista não possui poder de decisão para definir os rumos dos negócios e as decisões das empresas em que é acionista.

No entanto, é importante destacar, que ao acionista minoritário que investe em ações ordinárias, fica garantido o direito a voto nas assembleias das empresas em que possuir ações.

Acionista majoritário: Diferentemente do acionista minoritário, o acionista majoritário é aquele que possui a maior parcela de capital, ou seja, de ações de uma mesma companhia.

Devido à proporção do capital aplicado por esse tipo de investidor, as suas opiniões costumam ter mais peso sobre as decisões e sobre os rumos dos negócios.

Vale dizer também, que na maioria das vezes, o acionista majoritário, é também o acionista controlador da empresa.

Acionista controlador: Nas decisões de e assembleias de empresas organizadas sob a forma de Sociedades por Ações, considera-se como um acionista controlador, aquele que detém 50% ou mais das ações da empresa.

Também, pode-se considerar como acionista controlador, aquele que possui poder de interferir sobre as decisões de outros investidores a fim de que eles sigam as suas decisões, formando maioria.

Com esse volume de ações em seu poder, o acionista majoritário é capaz de sobrepor suas decisões, sobre as decisões dos demais investidores.

Remuneração do Acionista

Que um acionista é toda pessoa física ou jurídica que possui participação sobre os negócios de uma empresa de capital aberto, você já sabe. 

No entanto, o que leva as pessoas a investirem na compra de ações de uma empresa? Como um acionista é remunerado?

Como regra, a remuneração dos acionistas é distribuída pela empresa por meio do pagamento de dividendos e juros sobre o capital próprio. Ambos os modelos de remuneração levam em consideração o lucro obtido pela empresa a cada período. 

A divisão de lucros ocorre de forma proporcional ao número de ações que cada investidor possui. Sendo assim, quanto maior o número de ações em poder de determinado investidor, maior será a sua parcela nos resultados da empresa.

Vale destacar, que aqui no Brasil, a legislação que regulamenta as Sociedades por Ações, determina que as empresas devem obrigatoriamente distribuir ao menos 25% dos seus lucros aos acionistas.

No entanto, como forma de atrair investidores, muitas empresas concedem maior percentual de lucros aos seus acionistas.