A Rumo (RAIL3) reportou um prejuízo líquido de R$ 68 milhões no primeiro trimestre do ano, revertendo lucro líquido de R$ 175 milhões em 2021, informou a companhia em balanço enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quinta-feira.

Conforme o documento, o desempenho reflete principalmente o impacto da alta de juros no resultado financeiro e o aumento nas despesas com depreciação, decorrentes dos maiores investimentos em terminais, material rodante e via permanente.

Por outro lado, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) alcançou R$ 1 bilhão de janeiro a março deste ano, alta de 20,4% sobre igual intervalo do ano passado.

Com isso, a margem Ebitda atingiu 45,4%, queda de 2,3 pontos porcentuais na comparação anual.

Segundo a companhia, na linha do Ebitda o principal destaque foi a Operação Norte, que apresentou crescimento de 23,7% do indicador e 36,5% de volume.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

A receita operacional líquida atingiu R$ 2,2 bilhões no primeiro trimestre, alta de 26,3% sobre igual intervalo de 2021, em função do aumento de 30,5% nos volumes e 2,7% na tarifa.

"Em decorrência da safra antecipada de soja, o início das negociações comerciais ocorreu em um momento em que os preços de frete ainda eram bastante desfavoráveis, por conta da quebra de safra do milho", observou a companhia no balanço.

Fonte: Estadão Conteúdo.