A Evergrande pretende anunciar um plano de reestruturação preliminar até o fim de julho, num possível sinal de que a gigante incorporadora chinesa está tentando superar seus problemas financeiros.

"A empresa está ativamente seguindo adiante com seu trabalho de reestruturação", afirmou a Evergrande, que desde o ano passado falhou no pagamento de juros sobre uma série de bônus detidos por investidores estrangeiros, em comunicado divulgado na segunda-feira, 20.

A Evergrande informou também estar tomando medidas apropriadas para entrar em conformidade com as regras da Bolsa de Hong Kong, de forma a evitar que a listagem local de suas ações seja cancelada. Negócios com ações da Evergrande estão suspensos desde 21 de março.

A Bolsa de Hong Kong pode cancelar a listagem de quaisquer papéis que não sejam negociados por um período contínuo de 18 meses.

→Como Investir no Cenário Econômco Atual? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização no Brasil.

Há cerca de um ano, a Evergrande acumulava cerca de US$ 300 bilhões em passivos, incluindo cerca de US$ 20 bilhões em bônus denominados em dólar.

Fonte: Estadão Conteúdo.