O que é Carteira Recomendada e como funciona

Carteira Recomendada

O que é Carteira Recomendada. Significado, conceito, para que serve e como funciona.

O que é Carteira Recomendada?

Construir uma boa carteira de investimento não é uma tarefa fácil e tão pouco rápida. Para conseguir desenvolver uma boa carteira, você precisa ter conhecimento.

Conquistar o conhecimento demanda atenção e tempo, coisa que muitas pessoas não têm ou não gostariam de investir na área de finanças.

Observando tudo isso, corretoras e demais instituições elaboraram a Carteira Recomendada.

O banco ou instituição especializada desenvolve uma carteira teórica. Essa Carteira Recomendada é oferecida aos clientes de forma gratuita ou paga.

Teoricamente, as Carteiras Recomendadas são desenvolvidas para beneficiar o cliente gerando mais valor ao dinheiro investido.

A possibilidade de ganhos maiores e proteção atrai a maioria das pessoas. Sem dúvidas a Carteira Recomendada se tornou uma opção válida na hora do investimento.

Banner will be placed here

Carteira Recomendada na prática

As corretoras de investimentos, geralmente, possuem algum tipo de Carteira Recomendada. Essa carteira pode ser específica para ações, ou para vários investimentos se mostrando mais global.

Pois bem, essas carteiras quando oferecidas em plataforma aberta da corretora costumam ser gratuitas.

Então basta o cliente acessar a Carteira Recomendada, ver a formação da mesma e iniciar os investimentos, comprando cada um dos ativos nas mesmas proporções.

Teoricamente, se a carteira já vem gerando boa performance, naturalmente a carteira replicada na conta do cliente também vai.

Além da Carteira Recomendada oferecida pelas corretoras nós temos a Carteira Recomendada oferecida pelas empresas de Research.

Essas empresas costumam vender a sua Carteira Recomendada como uma espécie de assinatura. Até porque, periodicamente ela sofre alterações.

Alterações que podem ser em sua composição, ou na proporção dos ativos. Como a assessoria por meio da Carteira Recomendada é paga, fica a critério do investidor decidir qual é a melhor Research  e assim fazer a assinatura.

Vantagens da Carteira Recomendada

Ao escolher uma Carteira Recomendada você terá instruções e explicações do porque você vai investir em tais ativos e qual é a expectativa de retorno sobre cada um.

Essa explicação e todo o conhecimento sobre a Carteira Recomendada pode fazer toda a diferença para o seu dinheiro.

Ao seguir a Carteira Recomendada, você vai ganhar mais tempo para se dedicar às suas atividades.

Para aqueles que vão buscar a Carteira Recomendada de empresas de Research que desenvolvem um serviço mais cirúrgico, os resultados podem ser ainda melhores.

É claro que nesse caso, haverá custos. O investidor deve ponderar até que ponto esses custos e o retorno são interessantes.

A busca por uma boa Carteira Recomendada também vai lhe proporcionar mais segurança na hora de investir.

Ao contar com relatórios detalhados sobre onde investir, como e com quais valores, as coisas se tornam mais fáceis e mais seguras.

Desvantagens da Carteira Recomendada

Ao procurar uma Carteira Recomendada para seguir, talvez você esteja abrindo mão de aprender como funciona o mercado e a estratégia de construir uma carteira.

Isso, no futuro, pode lhe fazer falta. Até porque a Carteira Recomendada será a espinha dorsal dos seus investimentos e do seu dinheiro.

O fato de confiar o seu dinheiro em um trabalho realizado por uma corretora ou casa de Research também é algo que deve ser bem avaliado.

Não são todas as vezes que tais instituições conseguem acertar. Dependendo da Carteira Recomendada, um fundo multimercado pode acabar entregando resultados melhores.

Ou seja, é bom avaliar bem qual Carteira Recomendada você vai adotar. Atualmente existem Research e corretoras que vêm trabalhando juntas e entregando produtos financeiros interessantes.

Por exemplo: já existem fundos de investimento que seguem estratégias ligadas a casas de Research.

Desse modo, ao invés de comprar o produto ou assinatura, você pode simplesmente investir no fundo de investimento.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE
[Nova]
[Nova]