O que é Z Spread?

Z Spread (Zero-volatility spread, ou spread de volatilidade zero) é o spread constante, ou spread estático.

Este é um conceito mais complexo de spread.

O Z Spread tem como objetivo nivelar diferentes fluxos de caixa gerados por um ativo financeiro, constituindo o que se nomeia como "spread constante".

Com isso, se um investimento entrega diversos fluxos de caixa ao longo do tempo (e não apenas em uma data final), é a medição do Z Spread que ajudará o investidor a avaliar o ganho com o investimento e, com isso, tomar as suas decisões.

Posto de outra forma, o Z Spread irá medir os múltiplos ganhos (entradas de capital) de um investidor ao longo do tempo, entregando uma taxa de spread constante a quem faz esse tipo de análise.

Entre outros fatores, esse cálculo ajudará a entender diversos fatores assumidos, especialmente ligados ao risco (como crédito ou liquidez, por exemplo).

O Z Spread representa o risco adicional que o investidor está assumindo na forma de risco de crédito, risco de liquidez e risco de opção.

Antes de aprofundarmos mais sobre o conceito de Z Spread, vamos entender o significado do termo spread.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

O que é Spread?

Spread é um termo muito comum usado no ramo das finanças e pode ter vários significados, a depender do tipo de aplicação. 

Porém, todos têm a mesma essência no seu significado, se remetendo à diferença entre dois preços, taxas ou rendimentos

Esse tipo de spread também é chamado de spread nominal.

A forma mais comum de utilização do termo spread é quando nos referimos ao spread bancário, que é a diferença entre os juros cobrados pelos bancos aos tomadores de crédito e o custo de captação.

Diferença entre Spread Nominal e Z Spread

O cálculo de spread Z é diferente de um cálculo do spread nominal

O cálculo do spread nominal usa um ponto na curva de rendimento do título (não a curva de rendimento à vista do título) para determinar o spread em um único ponto que igualará o valor presente dos fluxos de caixa do título ao seu preço.

Já o Z Spread mede o spread que um investidor receberá ao longo de toda a curva de rendimento do título.

Ele oferece aos analistas uma avaliação mais realista de um título em vez de uma métrica de um único ponto, como a data de vencimento de um título.

Isso ajuda os analistas a descobrir se há uma discrepância no preço de um título.

Resumindo, o problema com o spread nominal é que ele mede o spread em apenas um ponto da curva de juros. 

Neste caso, o z-spread resolve esse problema considerando a curva de juros à vista em vez da curva de juros padrão.

Como é calculado o Z Spread?

O cálculo do Z Spread não é muito simples.

Para calcular um Z Spread, um investidor deve obter a taxa à vista do título em cada vencimento relevante, adicionar o spread Z a essa taxa e, em seguida, usar essa taxa combinada como a taxa de desconto para calcular o preço do título. 

A fórmula para calcular o Z Spread  é:

Fórmula para calcular o Z Spread

Onde:

  • P = Preço atual do título mais quaisquer juros acumulados
  • C = Pagamento de cupom de títulos
  • r = Taxa à vista em cada vencimento
  • Z = representa o Z Spread
  • n = Período de tempo relevante

​Apesar da complexidade, é possível fazer este cálculo através de softwares, planilhas e calculadoras financeiras, permitindo encontrar o preço do título de forma mais fácil e rápida.

No entanto, é sempre importante que você entenda a composição da fórmula antes de aplicá-la em análises.