O que é workaholic?

Workaholic é um termo utilizado para se referir às pessoas que trabalham compulsivamente.

O termo pode ser empregado de maneira positiva, no qual a pessoa trabalha muito pois gosta do seu emprego. 

Mas também pode ter um significado negativo, quando o indivíduo trabalha em demasia pois é obrigado.

Os workaholics são muito comuns no mundo corporativo, cujo ambiente de trabalho é marcado pela elevada competitividade. 

Uma das características mais marcantes de um workaholic é o hábito de levar trabalho para casa e pensar no serviço praticamente 24 horas por dia, inclusive nos finais de semana.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Entendendo o workaholic

Em um mundo cada vez mais conectado, a tendência é que os ambientes de trabalho sejam afetados pelo aumento da pressão.

Com a aceleração das transformações, um breve descanso pode significar a perda de grandes oportunidades que dificilmente aparecerão novamente.

Para os empreendedores, desligar-se do trabalho pode ser especialmente difícil. 

Afinal, perder uma chamada importante ou não responder a um e-mail rápido o suficiente pode significar perda de receita ou oportunidades de crescimento. 

A visão de que “tempo é dinheiro” faz com que as pessoas pensem duas vezes antes de passar uma noite relaxante com a família ou desfrutar de momentos de lazer com os amigos. 

Quem é workaholic geralmente não consegue se desligar do trabalho.

Isso gera degradação da vida pessoal, como o afastamento das pessoas que fazem parte do seu convívio, como a família e amigos.

Um dos maiores receios de um workaholic é o medo de fracassar

Consequentemente, esse medo faz com que ele se condicione e continue sempre dando o melhor de si na busca por resultados.

Embora o workaholic seja muitas vezes romantizado e visto como algo positivo, a verdade é que trabalhar compulsivamente pode causar impactos negativos na própria saúde, como a síndrome de burnout.

Por isso mesmo, o “workaholismo” foi cunhado como o “vício deste século”.

Sinais de que você é um workaholic

Pesquisadores noruegueses do Departamento de Ciências Psicossociais da Universidade de Bergen, identificaram sintomas específicos de quem é um workaholic

Os pesquisadores criaram uma escala de vício no trabalho que usa os sete critérios a seguir para avaliar a probabilidade de um indivíduo possuir um vício no trabalho:

  1. Você pensa em como pode ter mais tempo para trabalhar?
  2. Você passa muito mais tempo trabalhando do que inicialmente planejado?
  3. Você trabalha para reduzir os sentimentos de culpa, ansiedade, impotência e/ou depressão?
  4. Já ocorreu de outros dizerem a você para reduzir o trabalho, mas foram ignorados?
  5. Você fica estressado se for proibido de trabalhar?
  6. Você deixa de lado hobbies, atividades de lazer e/ou exercícios devido ao seu trabalho?
  7. Você trabalha tanto que isso tem influenciado negativamente sua saúde?

Se você respondeu "frequentemente" ou "sempre" a qualquer um desses pontos, você pode ser um workaholic

Como tratar o workaholic?

A incapacidade de se desligar do trabalho pode inicialmente parecer resultar em aumento de produtividade. 

Com o tempo, entretanto, a produtividade diminui e os relacionamentos se rompem. 

O estresse tem efeito cumulativo e, eventualmente, o vício do trabalho pode aumentar os riscos à saúde e até contribuir para a morte prematura.

Sendo assim, um workaholic não deve ser um símbolo de status. Em vez disso, deve ser tratado como uma condição séria. 

O tratamento pode variar desde a participação em grupos de autoajuda, como workaholics anônimos, até o check-in em um centro de tratamento residencial. 

A terapia geralmente envolve aprender como se desligar do trabalho, encontrar estratégias para voltar a se envolver com a família e identificar métodos para se tornar mais eficiente.

Talvez o melhor curso de ação seja desenvolver a autoconsciência de quaisquer tendências que você possa ter para se tornar um workaholic. 

Monitore o tempo que você está dedicando ao trabalho e observe quando sua vida profissional está criando problemas em sua vida pessoal.

Praticar o desligamento, tirar férias regularmente e estabelecer limites saudáveis ​​pode ajudá-lo a desenvolver um equilíbrio entre vida pessoal e profissional que o impedirá de se tornar um workaholic.