A Vivo (VIVT3) e a Ânima Educação (ANIM3) anunciam hoje a conclusão do processo de criação de uma empresa em comum (joint venture), a Vivae, que oferecerá cursos de educação continuada e formação para o mercado de trabalho por meio de uma plataforma online.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

O início da operação está previsto para este semestre. A formatação do novo negócio começou em outubro do ano passado, quando as duas empresas firmaram um memorando de entendimento.

Nesta quarta-feira, 27, também foi anunciada as chegadas dos executivos Alexandre Max e Lucas Nabeiro como CEO e CFO, respectivamente, da Vivae.

Max tem passagens pela Pearson e pela Casa do Saber, além de ter sido gestor de negócios de companhias como Dell, McDonald's e Kimberly-Clark.

É formado em Administração de Empresas e Economia pela Universidade Mackenzie, pós-graduado em Marketing pela UC Berkeley (EUA) e possui diploma de Liderança pela Fundação Dom Cabral.

Nabeiro assume a área de finanças após quatro anos na Yalo, como CFO. O executivo tem formação em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e pós-graduação em empreendedorismo e negócios digitais, pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Nabeiro também foi cofundador da GetCook, plataforma que une profissionais do ramo gastronômico com os consumidores.

O Vivae oferecerá cursos livres de capacitação, com foco em educação continuada e capacitação para busca de emprego.

Inicialmente serão oferecidos cursos em áreas como tecnologia, gestão, negócios e turismo. Há intenção de expandir esse portfólio futuramente.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

"Estamos focados em apoiar jovens que querem crescer e buscam qualificação em diferentes áreas, a partir de novos formatos de educação. Na plataforma da Vivae, o estudante terá acesso a conteúdo de qualidade, por um preço acessível, além da possibilidade de gerir, de maneira personalizada, o seu aprendizado em qualquer momento da sua capacitação", pontua Alexandre Max, CEO da Vivae, em nota à imprensa.

Para a Vivo (marca detida pela Telefônica Brasil), a parceria faz parte de uma estratégia de criação de um hub de serviços digitais a serem oferecidos aos seus mais de 100 milhões de clientes.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Hoje, seu principal negócio agregado é no ramo financeiro, o Vivo Money. Trata-se de um serviço de crédito pessoal para clientes pós-pago e controle, que encerrou o mês de junho de 2022 com mais R$ 80 milhões de crédito concedido desde o seu lançamento.

Resultado da Telefônica no Segundo Trimestre de 2022

resultado da Telefônica (VIVT3) no segundo trimestre de 2022 (2t22), divulgado no dia 26 de julho, apresentou um lucro líquido de R$ 746 milhões no 2T22, baixa de -44,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Telefônica atingiu R$ 4,5 bilhões no 2T22, apresentando retração de -4,4% na comparação com o 1T21.

A margem Ebitda da Telefônica totalizou 38,7% no 2T22, apresentando retração de -6,3 ponto percentual na comparação com o 1T21.

A margem líquida da Telefônica atingiu 6,3% no 2T22, apresentando retração de -6,3 pontos percentuais na comparação com o 1T21.

As ações da Telefônica (VIVT3) acumulam queda de 5,60% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 17,28% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.