O que é Viés de Informação e como funciona

Viés de Informação

O que é Viés de Informação. Significado, conceito, para que serve e como funciona.

O que é Viés de Informação?

Viés de Informação é um viés cognitivo que induz as pessoas a procurarem mais informações do que o necessário para entender ou tomar uma decisão sobre uma determinada situação.

Muitas vezes podemos gastar muito tempo colhendo informações que não afetam as coisas.

Nos investimentos, por exemplo, podemos ficar horas investigando sobre aspectos da empresa que não afetam sua lucratividade e performance.

Como todo viés cognitivo, o viés de informação pode atrapalhar nossa racionalidade e nos induzir a erros de decisão.

Banner will be placed here

Como funciona o Viés de Informação?

Viés cognitivo é um conjunto de limitações inconscientes que induzem as pessoas a erros de julgamento.

Esse fenômeno psicológico afeta a racionalidade e a precisão das decisões e julgamentos. 

No caso do viés de informação, ocorre que tendemos a acreditar que quanto mais informações utilizadas para embasar uma avaliação ou decisão maiores serão as chances de estarmos certos.

Entretanto, nem sempre “mais” é melhor.

Isso porque, muita informação pode aumentar o nível de complexidade do objetivo a ser avaliado.

É possível, inclusive, que uma quantidade exagerada de informações possa tirar nossa atenção para o que realmente importa.

Por exemplo, o marketing é um fator muito importante para fortalecer a posição de uma empresa no mercado.

Porém, isso nem sempre vale para todas as empresas, e nem tem o mesmo impacto ao longo do tempo.

O marketing pode ser muito importante para uma empresa de varejo, mas é um fator secundário para uma companhia siderúrgica.

Neste caso, não vale a pena se debruçar por horas sobre a coleta e análise das campanhas de marketing da Gerdau (GGBR4) e Siderúrgica Nacional (CSNA3), pois este fator dificilmente será fundamental para definir os seus lucros nos próximos anos.

Isso pode até ter um efeito nos ganhos finais, entretanto, há outros fatores mais importantes, como: 

  • gestão de custos;
  • cotação do aço no mercado internacional;
  • taxa de juros;
  • demanda industrial e da construção civil.

Em suma, embora seja importante ter muitas informações para embasar nossas avaliações e decisões, o mais importante é entender as relações de causalidade entre elas para não desperdiçar o seu tempo com dados supérfluos.

Devemos ter cuidado com o viés de informação, pois esta falha mental tende a nos dar uma falsa sensação de confiança nas nossas avaliações.

Você pode ter muitas informações de pouco valor, enquanto que, por outro lado, ter apenas uma informação valiosa geralmente é bem mais importante.

Problemas do Viés de Informação

O viés de informação pode nos causar problemas, como:

  • Uso ineficiente do tempo para pesquisa e avaliação;
  • Confusão quanto às relações causais;
  • Dificuldade de encontrar padrões de causalidade;
  • Perda de foco quanto aos fatores realmente importantes;
  • Estresse e desgaste mental.

Quando gastamos muito tempo com informações de pouca importância, podemos perder a capacidade de reparar no que realmente importa.

Além disso, o gasto de tempo que temos por coletar dados sem importância pode nos causar um desgaste desnecessário.

Isso não significa que devemos ter poucas informações. Jamais!

Informação, principalmente no mercado financeiro, é dinheiro.

Entretanto, devemos entender qual a informação é importante e qual não é.

De pouco valor tem uma informação privilegiada sobre a demissão de um funcionário de baixo escalão. 

Por outro lado, a troca de um alto executivo tem forte impacto na cotação de uma empresa no mercado de capitais.

Isso significa que devemos buscar informações a todo momento, mas informações que realmente têm poder de impactar no preço dos ativos.

E então, ficou interessado em saber como sua mente pode criar armadilhas e inibir a sua racionalidade?

Caso queira saber sobre vieses cognitivos, e seus impactos nos investimentos, saiba que temos um artigo completo sobre o assunto aqui no site.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE