Se você já investiu ou investe em Fundos de Investimentos, com certeza já ouviu falar de Fundos de Renda Fixa, Ações, Crédito Privado, Câmbio, Ouro, etc.

Capaz até que você tenha capital investido nesse momento nessa classe de ativos.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

O que pode passar despercebido por muitos é que o título do fundo já é um excelente indicador da estratégia que será adotada pelo gestor (sem contar que está em lei).

Com fundos imobiliários também não é diferente.

Temos os Fundos de Recebível Imobiliário, Logística, Fundos de Fundos, por exemplo, onde o nome dos fundos possui o segmento no qual a gestão irá focar para encontrar ativos geradores de renda.

No código de negociação do fundo também temos um indício claro de qual será a sua política de investimentos

Em fundos de papel, a letra “R” (de recebíveis) é facilmente encontrada. 

Em logística, a sigla “LG” dá a visão de longo prazo dos ativos. 

Em fundos de fundos, o “FF" dá o tom do que está por vir.

Quais os Melhores FIIs para 2022? Clique Aqui e Receba Dinheiro na Sua Conta Todos Meses.

Enfim, não faltam exemplos para que você entenda um pouco mais sobre essa dinâmica.

No entanto, temos dois exemplos de casos em FIIs que fogem um pouco dessa regra. 

Ambos são do segmento de recebíveis imobiliários, mas sua política de investimentos é mais arriscada se comparada à média desse mercado.

O VGHF11 e MCHF11 possuem a sigla “HF” em seu código de negociação, que está associada ao termo “Hedge Fund”, cujo significado é de Multimercado para o mercado brasileiro

É aquela estratégia onde o gestor pode fazer de tudo um pouco. Ele possui uma maior liberdade em lei para montar posições de acordo com sua convicção.

Em fundos imobiliários, a composição do portfólio tem que estar atrelada a investimentos relacionados ao mercado imobiliário, sejam eles:

Com relação aos últimos relatórios gerenciais, somente o VGHF11 possui posição em seis ações, que representam 7,5% do portfólio.

A maior parte exposta ao segmento de Shoppings

O MCHF11, por sua vez, não possui ações, mas apresenta estratégia específica em ativos estruturados para quase 30% do fundo.

Um exemplo dessa estratégia é buscar retorno com a curva de juros

Algo pouco usual para o segmento, mas que pode apresentar ganhos interessantes.

É muito importante, principalmente ao novo investidor, que sempre se atente a leitura da estratégia atual do fundo.

Não caia na preguiça de achar que todos os fundos de recebíveis são iguais e, portanto, vou escolher aquele de melhor rentabilidade

Quais os Melhores FIIs para 2022? Clique Aqui e Receba Dinheiro na Sua Conta Todos Meses.

Em Fundos Imobiliários, ou em qualquer outra classe de ativos que você terceirize seus investimentos, é fundamental entender como o gestor busca os rendimentos mensais.

É essa busca que vai determinar qual o risco que ele vai assumir para o seu dinheiro.

Nesse momento, a relação de risco e retorno, trazida aos assinantes do Aluguel Inteligente, tem sido por meio de ativos que trazem a regularidade nos rendimentos sem surpresas desagradáveis. 

Em um cenário econômico e político tão incerto, manter os dividendos mensais de uma carteira diversificada em patamares mínimos, previsíveis e crescentes para o longo prazo é o grande desafio.

E se você quiser ajuda para montar essa carteira diversificada, faça uma aplicação para ser um membro da nossa consultoria personalizada através da GuiaInvest Wealth.