O que é Venture Capital?

Conhecido por Venture Capital (VC) ou Capital de Risco, o VC é um investimento em empresas de pequeno e médio porte que possuem grande potencial de crescimento.

O investimento é gerado para empresas de pequeno e médio porte que já possuem uma cartela de clientes e uma receita estável, mas que com investimento correto tem alto potencial de desenvolvimento e crescimento.

O Venture Capital atualmente está em alta no mercado financeiro gerando crescimento das chamadas startups, que são empresas em fase inicial.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Geralmente quem investe no Venture Capital são investidores individuais, companhias de participação e fundos de investimentos que veem potencial em empresas emergentes no mercado.

O método de Venture Capital faz com que empresas em estágio inicial ou startups busquem investimento para determinados projetos ou desempenho operacional, realizando um pitch apresentando seus modelos de negócio para atrair investidores.

O investidor que injeta dinheiro em Venture Capital é conhecido como capitalista de risco (Venture Capitalist em inglês) e está sujeito ao risco de a empresa em questão não retornar os lucros planejados.

Lembrando que a duração de um investimento em Venture Capital demora em torno de 2 a 10 anos para que se tenha o retorno do investimento feito ou recuperá-lo ao decorrer do desenvolvimento da empresa.

O retorno do investimento na empresa pode ser feito por compra e venda de ações ou abertura do capital (IPO, na sigla em inglês) na bolsa de valores.

De modo geral Venture Capital é pesquisar, selecionar e capitalizar uma pequena empresa ou startup no início da sua trajetória no mercado.

Diferença entre Private Equity e Venture Capital

O Private Equity e Venture Capital são métodos de capital de risco no qual se diferenciam pelo porte e estágio em que a empresa em questão se encontra.

No Venture Capital, os investidores individuais, os fundos de investimentos e as companhias de participação selecionam uma determinada empresa em fase de iniciação para que ela se desenvolva e tenha rendimento a curto ou longo prazo.

No Private Equity foca-se em empresas grandes e já consolidadas no mercado, em fase de reestruturação ou com chance de expansão de negócios.

Devido a esses motivos o Private Equity é considerado menos arriscado aos investidores e aos fundos de investimentos, devido a sua estabilidade no mercado, podendo se inserir em diferentes setores e mercados.

Tanto no Venture Capital quanto no Private Equity compartilham-se os riscos do negócio gerando esforços entre gestores e investidores para agregar valor à organização.

Os investimentos de capital de risco podem ser direcionados para qualquer organização que tenha planos de grande crescimento e rentabilidade no pequeno e longo prazo.

Vantagens do Venture Capital

O Venture Capital é vantajoso para empresas em fase de crescimento e startups, o risco geralmente é mais voltado ao investidor individual ou no fundo de investimento no qual realizaram o investimento de risco.

Entre as vantagens desse capital de risco, temos:

  • Acompanhamento de um investidor geralmente experiente no desenvolvimento de capital de empresas emergentes;
  • Aporte financeiro para crescimento e desenvolvimento;
  • Visão de modelo de negócio a longo prazo;
  • Crescimento de negócio acelerado e organização empresarial, devido ao alto investimento;
  • Diminuição da autonomia dos fundadores e apoio estratégico dos investidores na tomada de decisões;
  • Dar maturidade aos processos de negócio da empresa.

Diante de diversas vantagens, o Venture Capital é sempre buscado por empresas emergentes no mercado, pois com o aporte financeiro e a maturidade nos processos de negócio as empresas conseguem crescer e se estabelecer num mercado muito competitivo.

Apesar de ser um investimento de risco para quem capitaliza essas empresas, com o investimento e orientação correta são bons meios de rentabilidade para investidores sejam eles a curto ou longo prazo.