As vendas no Varejo em junho de 2022 cresceram 5,9%, descontada a inflação, em comparação com igual mês de 2021.

Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas pelo varejista, o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) apresentou alta de 22,8%.

O aumento das vendas está associado com a base comparativa de junho do ano passado, período em que o comércio ainda sofria restrições por causa da covid-19. Os efeitos de calendário tiveram pouca interferência no resultado.

Embora tenha havido uma quinta-feira a mais (dia de comércio mais aquecido) e um terça-feira a menos (data em que as vendas costumam ser mais fracas) que em junho do ano passado, o impacto em volume de vendas devido ao feriado de Corpus Christi este ano foi maior, o que compensou o mix de dias.

Sem considerar esses efeitos, o Varejo apresentou crescimento nominal de 22,9%. Na comparação deflacionada, o crescimento nas vendas foi de 5,9%.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

De acordo com Diego Adorno, gerente de Produtos de Dados da Cielo (CIEL3), o comércio continua em recuperação.

“Em junho, tivemos o oitavo mês consecutivo de crescimento de vendas. Esse resultado está ligado a menos lojas fechadas, em razão da pandemia da covid-19, que há um ano.

O macrossetor de Serviços foi o que mais beneficiou as vendas, com destaque para Turismo & Transporte e Bares & Restaurantes. Contudo, eliminando os efeitos de aumento de preços no período, o varejo ainda se encontra abaixo do patamar observado em 2019, ano anterior ao do início da pandemia”, afirma.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Cielo no Primeiro Trimestre de 2022

resultado da Cielo (CIEL3) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 03 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 247,9 milhões no 1t22, apresentando uma queda de -6,5% em comparação ao mesmo trimestre do ano anterior. 

O Ebitda da Cielo atingiu R$ 711,5 milhões no 1T22, apresentando crescimento de 16,0%  na comparação com o 1T21.

A margem Ebitda da Cielo totalizou 25,8% no 1T22, apresentando crescimento de 3,3 ponto percentual na comparação com o 1T21.

A margem líquida da Cielo atingiu no 9,0% no 1T22, apresentando retração de -0,7 ponto percentual na comparação com o 1T21.

As ações da Cielo (CIEL3) acumulam alta de 5,06% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 24,28% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.