O que é Venda a Descoberto?

A Venda a Descoberto é um método no mercado financeiro que consiste na venda de um ativo que se possui, onde espera-se que o preço caia para que seja comprado novamente, fazendo com que se lucre o valor da diferença na transação.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

A técnica de Venda a Descoberto também pode ser chamada de short.

As ações podem ser alugadas para que o investidor venda elas a um valor mais alto, espere que o mercado entre em queda, para recomprar os ativos mais baratos e devolva as ações alugadas.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Isso gerará um lucro na recompra de ativos caso o mercado entre em queda como previsto pelo investidor. Por exemplo:

Um investidor imagina que as ações de um banco irão cair e que possivelmente essa tendência irá se manter, então aluga 10 ações desse banco em uma corretora X e decide vendê-las a R $8 cada ação.

O investidor receberá pela operação de venda das ações R $80 (10 ações X R $8). Ao final do aluguel das ações, caso a cotação prevista se concretize, o investidor recompra as ações vendidas a um custo menor.

No caso, ele comprará as ações pelo valor de R $5 e devolverá para a corretora X R $50 (10 ações x R $5), lucrando R $30, fora os custos da operação no método de short ou Venda a Descoberto.

Vale lembrar que o resultado do método de Venda a Descoberto pode gerar prejuízo ao investidor, fazendo com que o mercado de ações não entre em queda e a ação não se desvalorize.

Gerando assim prejuízo ao investidor na recompra dos ativos de aluguel na hora de devolvê-los ao doador.

Vantagens da Venda a Descoberto

A venda a descoberto no mercado financeiro sempre é um bom negócio para investidores novatos ou mais experientes. A operação é vantajosa em alguns aspectos:

  • Possibilidade de alto rendimento em períodos de crise;
  • Agilidade para analisar as movimentações do mercado, mesmo que não possua o ativo em carteira;
  • Tranquilidade, pois o dinheiro das ações será desembolsado somente na hora da recompra ao término de aluguel dos ativos;
  • Ter acesso a ferramentas no mercado financeiro pelas quais não teria se não fosse pelo método de Venda a Descoberto;
  • Operar ativos de aluguel e a operação ser usada como ferramenta de proteção para a sua carteira de ativos.

Riscos da Venda a Descoberto

Em toda operação financeira sempre há riscos que o investidor deve correr na hora de operar, com a Venda a Descoberto não é diferente.

O principal e mais comum risco a acontecer com esse tipo de método é quando a cotação do mercado esperada pelo investidor não vem, fazendo com que o mesmo tenha que recomprar as ações mais caras do que vendeu.

Com o final do aluguel dos ativos e com as ações mais caras do que a compra, o investidor é obrigado a desembolsar a diferença de valor para recomprar essas ações e devolvê-las à instituição doadora.

Para evitar calotes e grandes perdas aos investidores B3 exige que para operar a Venda a Descoberto o operador deve obter garantias que possam ser vendidas caso o investidor não cumpra a obrigação de devolver as ações alugadas.

A B3 considera ativos de garantia como CDB, Dinheiro, ações e exige que o valor de garantia seja igual ao valor de aluguel das ações que o investidor obteve com a instituição doadora.

É fundamental que haja um planejamento de investimentos para saber o quanto deve-se arriscar em uma operação, é importante definir uma ordem de compra em um preço acima da sua entrada, garantindo controle na operação.