Quanto deveria valer um Fundo de Fundos?

Também chamados de FoF’s (do inglês, funds of funds) são fundos imobiliários que compram cotas de outros fundos imobiliários.

A turma do excel vai pensar que isso pode ser uma referência circular, mas não é. 

Está mais para aquela macro que faz tudo que você queria fazer apenas com um clique num botão.

Este tipo de fundo imobiliário faz todo o trabalho de montagem de portfólio para você. 

Lá dentro tem um gestor profissional que fica encarregado de:

  • Escolher os melhores FIIs para comprar;
  • Decidir preço de entrada e saída;
  • Determinar estratégias de arbitragens;
  • Decidir participação em ofertas restritas, block trades, venda descoberta, aluguel de cotas, etc… 

Enfim, ele sabe usar como ninguém todo o arsenal de operações possíveis para ganhar dinheiro no mercado.

O seu trabalho? Comprar uma cota dele. Só.

Banner will be placed here

É fácil, mas ele não pode descuidar do preço que se paga por esse FoF.

Para encurtar a história, o FoF deve ser comprado até no máximo ligeiramente acima do seu valor patrimonial por cota.

Se você for paciente o suficiente, então que seja no próprio valor patrimonial.

Mas por que isso?

O valor patrimonial é a soma de todos os investimentos que o fundo tem, menos suas obrigações a pagar.

Um FoF não tem grandes obrigações, salvo o rendimento do próximo mês e as taxas de administração e performance devidas.

Dentro de todo o seu patrimônio, são valores quase irrelevantes.

Já os seus investimentos são compostos por várias outras cotas de FIIs que ele comprou.

Portanto o seu patrimônio é o somatório do valor dessas cotas, menos as obrigações.

Todo fechamento de mês, o fundo verifica quantas cotas ele tem de cada fundo, qual o valor de mercado de cada uma delas naquele dia, multiplica e soma tudo chegando ao seu valor patrimonial.

É bem simples e bastante objetivo esse cálculo. Este é exatamente o quanto deveria valer a cota desse FoF.

Claro que os investidores podem negociar livremente a qualquer preço a cota desse FoF. E daí que acontece de o valor de mercado se distanciar do valor patrimonial.

Só que não demora muito para que o mercado financeiro acabe se dando conta dessas distorções e o valor de mercado volte para perto do patrimonial.

Isso que eu estou dizendo aqui não chega a ser uma novidade para o investidor que conhece pelo menos um pouquinho sobre FIIs. Mas mesmo assim, eu sigo presenciando grandes distorções no mercado de FoFs.

Na maioria dos casos, vejo fundos que têm base de cotistas com pouco ou nenhum conhecimento sobre o assunto.

Vi distorções gritantes no BCIA11, um Fof do Bradesco, que eu suspeito que era oferecido aos correntistas do banco nas agências sem que a sua cotação fosse levada em consideração.

Mas recentemente vi distorções também gritantes no KISU11, um FoF criado com toda aura de uma casa de análise conhecida por trás, que atraiu muitos investidores novos sem nenhum conhecimento.

Resultado, o fundo começou a ser negociado a valores exorbitantes

Depois de um tempo, a gestora decidiu dividir o valor da cota por 10, para que ela ficasse mais acessível para os investidores menores

Só eu acredito que como a maioria dos investidores tinha muito pouco conhecimento, eles se assustaram com o novo preço e começaram a vender suas cotas.

Gerando uma nova distorção, só que agora para baixo.

Meu lado sádico ri por dentro dessas situações.

Mas meu empático fica preocupado que esses mesmos investidores sofram prejuízos e acabem fazendo mau juízo do investimento em fundos imobiliários.

Meu recado para eles é duro, mas precisa ser dito e absorvido por eles: o problema estava em você, não nos FIIs.

Todo investimento deve começar pelo estudo e não pela prática no homebroker.

Com isso eu posso te ajudar e muito. O Aluguel Inteligente te acolhe e te protege de más decisões.

Lá você encontra uma lista com os melhores FIIs do mercado com indicação de preço teto para cada um deles

E ainda há as lives semanais para tirar suas dúvidas e transmitir muito conhecimento.