O que é Valor Utilidade?

A teoria do valor utilidade se baseia no valor das mercadorias e na dependência delas para os consumidores.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

O valor utilidade se utiliza do preço de um produto ao uso que ele apresenta para o consumo, resolvendo um problema ou solucionando uma necessidade do cliente.

Geralmente quando um produto é consumido em larga escala por só um consumidor ele possibilita um aumento de utilidade cada vez menor.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Entre esses produtos, podemos citar como exemplo uma folha. Ela é um bem de utilidade alta para o aprendizado em escolas, documentos, provas, entre outros.

Porém, há uma grande necessidade de consumo que leva os indivíduos, empresas e companhias a comprar papel para suas operações.

Normalmente as folhas são vendidas em blocos com 100 folhas, e vamos supor que uma empresa tenha a necessidade de 3 blocos de folhas por mês.

Sendo assim, a compra de um quarto bloco de folhas, só irá gerar mais utilidade e quanto maior o consumo, menor será o valor utilitário desse produto.

O mais interessante da teoria é que se um produto é consumido apenas por necessidade, ele terá um preço menor, porque sua utilidade acaba sendo baixa.

Existe uma quantidade mensal ou anual em que o indivíduo precisa consumir aquele produto e se exceder essa quantidade, o valor utilitário dele é mínimo. É o caso dos blocos de folhas.

Já no outro lado da moeda, se o valor utilitário do produto for algo fútil, ele terá um preço maior, pois o valor utilitário é alto.

Valor Utilidade e a oferta

O valor utilidade está ligado diretamente com a relação de oferta e demanda pois, o valor de utilidade é distorcido pela disponibilidade do produto no mercado.

Sendo assim, se o item tem grande disponibilidade no mercado, o seu valor utilitário é baixo, caso contrário, se o item possui pouca oferta no mercado, o seu valor utilitário é alto.

A distorção da teoria do valor utilidade é descrita pela Lei da oferta e demanda, na qual especifica que quanto maior a oferta de um produto, menor a utilidade, quanto menor a oferta de um produto, maior a utilidade. 

Como exemplo podemos utilizar produtos que são necessários e essenciais para a vivência de um ser humano, como itens de necessidade básica, água, energia, comida, entre outros, são produtos de grande oferta no mercado.

Já produtos considerados hobbies ou que não haja grande necessidade humana e que geralmente são feitos para saciar desejos pessoais possuem baixa oferta no mercado, gerando um valor utilitário maior.

Com isso, os valores dos produtos se refletem no mercado, gerando a lei de oferta e demanda e definindo altos e baixos valores monetários a determinados produtos.

O que é Valor Trabalho?

O valor trabalho é uma teoria econômica associada principalmente a Adam Smith, David Ricardo e Karl Marx.

Segundo os economistas, sociólogos e teóricos da época, a precificação dos produtos era o resultado do trabalho necessário para geração de valor. 

Entre eles, Ricardo e Smith ajudaram no desenvolvimento do conceito da teoria do Valor Trabalho, mas Karl Marx foi o que mais incrementou a teoria.

O teórico Adam Smith não vislumbrava os metais, como um só meio de geração de valor, mas sim a mercadoria e a utilidade dela em uma negociação.

David Ricardo se desenvolvia melhor em sua tese quando relatava que a precificação dos produtos não era influenciada apenas pelo valor de produção, mas também do custo social.

Os problemas da teoria do valor trabalho serviram de ajuda marxista que, futuramente, iria desenvolver um problema na teoria da mais-valia.

Tanto a teoria clássica como a teoria marxista utilizam uma concepção objetiva do valor, segundo a qual o valor das mercadorias é função do tempo de trabalho necessário, em média, para as produzir.

Como a substância do valor é o trabalho, a medida de todo o valor é o trabalho necessário para a produção da mercadoria. Numa perspectiva marxista, o trabalho tem sempre um valor inferior àquele pelo qual é remunerado.