A Vale (VALE3) produziu 89,4 milhões de toneladas (Mt) métricas de minério de ferro no quarto trimestre de 2023 (4T23), o que representa um avanço de 11% na base anual, conforme relatório publicado nesta noite segunda-feira (29).

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Em 2023, a mineradora produziu 321,154 milhões de toneladas de minério de ferro, um crescimento de 4,3% frente o ano anterior e acima da meta programada pela companhia de 315 milhões de toneladas.

A empresa atribui o resultado a “iniciativas contínuas para melhorar a confiabilidade de ativos no S11D, sólido desempenho nos complexos de Itabira e Vargem Grande, além das maiores compras de terceiros”.

Já produção de pelotas totalizou 9,9 Mt no 4T23, 19% maior na compração anual. Em 2023, a produção atingiu 36,5 Mt, 14% maior na base anual, apoiada pela maior produção de pellet feed em Brucutu.

A produção de cobre, por sua vez, totalizou 99,1 mil toneladas (kt) no trimestre, aumentando 50% na base anual. Em 2023, a produção aumentou 29% a/a, totalizando 326,6 kt, ligeiramente acima do guidance revisado de 325 kt.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

“O melhor desempenho foi resultado, principalmente, do ramp-up bem-sucedido de Salobo 3, com a produção no complexo de Salobo aumentando 87% a/a no 4T, bem como o melhor desempenho da planta de Sossego”, explica a Vale.

A produção de níquel diminuiu 5% no 4T23 em comparação ao mesmo trimestre de 2022, e foi também 8% menor em 2023, totalizando 164,9 kt, em linha com o guidance.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

“A redução da produção era esperada, considerando a transição para mineração subterrânea em Voisey’s Bay, bem como a reforma planejada do forno de Onça Puma”, afirma a mineradora.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Fonte: Infomoney.