A produção de minério de ferro da Vale (VALE3) aumentou 17% t/t para 74,1 Mt, impulsionada, principalmente, pelo sólido desempenho dos Sistemas Sudeste e Sul no período seco.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

A produção do Sistema Norte aumentou 4% t/t, beneficiando-se da sazonalidade climática usual, que foi parcialmente compensada por atividades pontuais de homogeneização de estoques em Ponta da Madeira para ajustar níveis de umidade.

Como efeito desse evento pontual, da venda do Sistema Centro-Oeste (~3,5 Mt) e para garantir maior flexibilidade em nossa produção devido às condições atuais do mercado, a Vale está revisando o seu guidance de produção de 2022 para 310-320 Mt.

A estimativa revisada está em linha com nossa filosofia de value over volume.

A produção de níquel foi 24% menor t/t, principalmente, devido à manutenção programada de nossas plantas downstream, que foi parcialmente compensada pelo forte desempenho em Onça Puma.

As minas operaram em um ritmo estável no trimestre, com as minas do Atlântico Norte acumulando feed para a manutenção planejada das minas no 3T22.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

As vendas ficaram em linha t/t já que os estoques construídos no 1T22 foram vendidos no 2T22.

A produção de cobre ficou em linha com o 1T, pois o efeito da retomada do moinho SAG de Sossego no início de junho e o desempenho melhor das minas canadenses foram compensados pelas manutenções planejada e corretiva na planta de Salobo.

Como resultado da manutenção mais longa do que o esperado na planta de Sossego e a manutenção adicional na planta de Salobo identificada para 2022, a Vale está revisando seu guidance de produção anual de cobre para 270-285kt.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Vale no Primeiro Trimestre de 2022 

resultado da Vale (VALE3) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 28 de abril, apresentou um lucro líquido de R$ 23,0 bilhões no 1T22, apresentando queda de -27,4%  em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Ebitda da Vale atingiu R$ 32,6 bilhões no 1T22, apresentando baixa de -29,9% na comparação com o 1T21.

margem líquida da Vale atingiu 40,8% no 1T22, apresentando retração de -2,8 pontos percentuais na comparação com o 1T21.

As ações da Vale (VALE3) acumulam queda de 5,71% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 29,59% nos últimos 12 meses.