A mineradora Vale (VALE3) divulgou nesta manhã terça-feira (5) que sua produção de finos de minério de ferro deve fechar 2023 em 315 milhões de toneladas métricas (Mt).

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Para 2024, a produção de minério de ferro estimada é de 310 a 320 Mt, enquanto para 2026 o volume deve ficar entre 340 a 360 Mt.

Com relação à pelotas e briquetes, o volume esperado para este ano é de 37 Mt. Já no próximo ano, o número sobe para até 42 Mt e para até 55 Mt em 2026.

Já a produção de níquel deve atingir 165 mil toneladas (kt) em 2023, 160 a 175 kt em 2024 e 210 a 230 kt em 2026.

O volume produzido de cobre, por sua vez, está previsto em 325 kt neste ano, enquanto deve alcançar até 355 kt em 2024 e até 410 kt em 2026.

A Vale vê o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) variando de US$ 15,2 bilhões até US$ 31.0 bilhões, dependendo dos preços do minério de ferro.

Já o rendimento do fluxo de caixa ao acionistas (Free Cash Flow yield) em 2026 da Vale pode variar de 5,2% até 23,2%.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

Em termos de investimentos, a Vale projeta um Capex total de aproximadamente US$ 6 bilhões neste ano e de US$ 6,5 bilhões em 2024 adiante.

Nos próximos anos, a mineradora espera investir até US$ 4 bilhões ao ano em soluções para siderurgia e até US$ 3 bilhões em metais para transição energética.

A Vale espera desembolsar US$ 6,3 bilhões com gastos fixos em 2023 e US$ 6,1 bilhões em 2024.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

Para compromissos de Brumadinho e Mariana, a Vale provisionou despesas totais de US$ 2,9 bilhões em 2023, US$ 3 bilhões em 2024 e 2025, US$ 1,9 bilhão em 2026, US$ 1,3 bilhão em 2027 e uma média de US$ 400 milhões nos anos de 2028 a 2035.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Fonte: Infomoney.