A Vale (VALE3) informou nesta sexta-feira, 25, em apresentação publicada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que o pico de despesas com seus programas de descaracterização de barragens vai ocorrer em 2024 e 2025, quando os desembolsos serão de US$ 500 milhões em cada ano.

A Vale tem US$ 3,5 bilhões de provisões no balanço para eliminação das estruturas. De acordo com a apresentação, as saídas de caixa para o programa vão somar US$ 400 milhões neste ano.

A mineradora espera descaracterizar cinco barragens a montante em 2022, chegando ao total de 12 estruturas eliminadas desde 2019 - sendo quatro em Minas Gerais e três no Pará.

No ano que vem, as despesas devem somar novamente US$ 400 milhões.

O programa de descaracterização de barragens da Vale indica que 90% das estruturas serão eliminadas até 2029 e 100% até 2035.

As estruturas com maior prazo são aquelas de maior risco, mais complexas e que envolvem um volume de rejeitos maior.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

A apresentação mostra ainda que a Vale reduziu o número de barragens com algum nível de emergência declarada. Em dezembro do ano passado, eram 31 estruturas nessa situação.

Em março deste ano, o número foi reduzido para 29. Isso foi possível com a mudança da classificação das barragens de Forquilha IV, em Ouro Preto (MG), e Marés I, em Congonhas (MG).

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Vale no Quarto Trimestre de 2021  

resultado da Vale (VALE3) no quarto trimestre de 2021 (4t21), divulgado no dia 25 de fevereiro, apresentou um lucro líquido de R$ 30,2 bilhões no 4T21, apresentando crescimento de 246,5%  em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Ebitda da Vale atingiu R$ 19,0 bilhões no 4T21, apresentando baixa de -2,4% na comparação com o 4T20.

margem Ebitda da Vale totalizou 25,9% no 4T21, apresentando crescimento de 1,0 ponto percentual na comparação com o 4T20. 

As ações da Vale (VALE3) acumulam alta de 0,95% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 19,45% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.