Vale a Pena Investir no Setor de Games em Ações do Exterior?
|

Vale a Pena Investir no Setor de Games em Ações do Exterior?

Saiba como aproveitar as oportunidades do exterior investindo em ações das melhores empresas do setor de games.

Por
Atualizado em 09/04/2021

Eu aposto que você joga algum jogo no celular ou em algum console como Playstation ou Xbox

Se não joga, deve conhecer uma meia dúzia de pessoas que jogam. 

Sabe por que faço essa afirmação? 

Saiba que existem mais de 2 bilhões de pessoas no mundo que jogam jogos, independentemente da plataforma.

Esses 2 bilhões representam 25% da população global. 

O setor de games é monstruoso. 

O mercado de games cresce a uma média superior a 11% ao ano desde 2011.

Até 2023 é estimado que o mercado de games movimente mais de US$ 200 bilhões.

Considerando o câmbio atual, US$ 200 bilhões equivalem a mais de R$ 1 trilhão. 

Outra informação pertinente é em relação às projeções de faturamento para 2021 dos 3 principais setores da indústria de entretenimento:

MúsicaUS$ 22 bilhões
FilmesUS$ 51 bilhões
GamesUS$ 180 bilhões

Enfim, é inegável o potencial desse setor.

Banner will be placed here

Agora vem a grande pergunta: Quais as melhores empresas do mercado de games?

Existem 63 ações de empresas ligadas direta e indiretamente ao setor.

É possível comprar ações de desenvolvedores de consoles, empresas de processadores gráficos e por fim, desenvolvedores de jogos.

Particularmente prefiro empresas que desenvolvem jogos, principalmente por causa do mercado mobile.

Aliás, 50% do total do faturamento é oriundo dos jogos para celulares.

Dentre as ações que me chamam a atenção estão:

Eletronic Arts (EA)

A empresa foi fundada em 1982 por um ex-funcionário da Apple (AAPL34), uma ótima escola. 

Vale hoje cerca de R$ 40 bilhões e possui suas ações negociadas na Nasdaq.

A empresa possui franquias de jogos muito conhecidos no setor, como Need for Speed, Battlefield, The Sims, entre outros.

A EA entendeu que é no mercado mobile que estão as maiores cifras. E  por isso vem lançando diversos jogos para smartphones.

Vale destacar que a companhia possui relação próxima com a Apple, Sony, Google (GOGL34), Disney (DISB34) e Microsoft (MSFT34), pois faz o uso destas plataformas para lançar e distribuir seus games.

Uma curiosidade da empresa é que um dos lançamentos de games, recebeu mais de 25 milhões de jogadores em apenas 1 semana.

Qual a Melhor Small Cap na Bolsa? Veja Aqui a Melhor Small Cap para Você Investir Hoje!

Activision Blizzard (ATVI)

Em 2008, após a fusão entre a Activision e a Blizzard, a empresa passou a desfilar entre as maiores empresas do setor de games. 

Inclusive faz parte da composição do S&P 500, índice mais representativo da bolsa de valores americana.

A empresa é responsável por grandes franquias de jogos como Call Off Duty, quem tem uma mínima ligação com games conhece esse jogo. 

Para você ter uma ideia, a plataforma da empresa possui 500 milhões de usuários ativos por mês em mais de 190 países.

Vamos aos múltiplos para Análise Fundamentalista das duas empresas:

EmpresaP/LPSRROEROICDYCresc. Ebitda 5 anos
ATVI339,1514%12%0,43%11,6%
EA347,314,8%13,9%0,5%5,9%

As empresas possuem números e qualidades semelhantes.

Qual a Melhor Small Cap na Bolsa? Veja Aqui a Melhor Small Cap para Você Investir Hoje!

O setor de games será explorado no futuro Joias Global e provavelmente nossa escolha seja uma entre essas duas empresas. 

Investir fora do Brasil nos permite explorar setores diferentes e potenciais, não à toa o tradicional Joias da Bolsa já se beneficia de duas exposições americanas, que aliás, estão entregando uma performance invejável. 

Uma das empresas é uma big tech americana que está entregando aproximadamente 60% em menos de um ano e a outra, uma alocadora de capital, está entregando 41%. 

Queremos explorar cada vez mais as oportunidades do exterior.

Também por isso, nada impede que antes da hora seja incluída uma dessas gringas na carteira do Joias da Bolsa.

Análise de Ações

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE