O que são Títulos Podres?

O termo títulos podres, ou Junk Bonds, não é nada incomum para as pessoas que estão ligadas ao mundo dos investimentos, contudo, muitas delas não sabem exatamente o que representam esses títulos.

Pois bem, os títulos podres dizem respeito aos títulos de dívida que representam ativos financeiros de baixa qualidade.

 A dúvida que pode surgir neste momento é sobre o que significa um ativo financeiro de baixa qualidade?

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Os títulos de baixa qualidade são aqueles em que há grandes chances de o emissor do papel não cumprir com sua obrigação de pagar o valor devido ao comprador (investidor).

Na sequência, deixaremos mais claro para o leitor o entendimento sobre os títulos podres, bem como a maneira de identificá-los, para, por fim, apresentarmos se vale ou não a pena investir nesses títulos.

Entendendo e identificando os Títulos Podres

Muitas dúvidas surgem não apenas relacionadas ao que significam os títulos podres, mas também ao fato de como poder identificar esses títulos.

Tais conhecimentos são muito importantes para que o investidor tenha a exata noção do tipo de investimento que ele está auferindo. Para isso, esta seção esclarecerá alguns importantes pontos sobre o referido tema.

Imaginemos uma empresa que necessita de recursos para futuros projetos, por exemplo. Neste caso, existem diversas formas em que elas podem captar esses recursos, como através da emissão de títulos de dívida.

Neste caso, a empresa emite títulos de dívida que serão comprados por investidores, que terão a promessa de retorno do valor investido na data do vencimento, acrescido uma porcentagem de juros.

O grande problema, quando se refere a títulos podres, é que nem sempre quem emite o título conseguirá cumprir com a promessa de pagamento.

Portanto, título podre refere-se ao caso em que haja uma concreta possibilidade de o investidor ficar sem receber o valor que lhe cabe, referente ao investimento feito.

A partir dessas informações, outra dúvida que pode surgir é como esses tipos de títulos podem ser reconhecidos pelos investidores, para que eles saibam exatamente o tipo de investimento que estão obtendo?

Pois bem, devemos dizer que é graça as agências de rating que esses títulos passam a serem reconhecidos.

Abrindo um breve parêntese, rating, ou classificação de risco, é a denominação referente ao método utilizado para avaliar o valor de crédito de bancos, países e empresas.

Portanto, essas empresas (de rating) são responsáveis por classificar empresas e governos, identificando quais possuem maior chance de não poderem cumprir com suas obrigações frente aos investidores, ou seja, maior probabilidade de default.

Se uma empresa ou governo é marcado com uma classificação junk pela agência de rating, significa que qualquer título emitido se caracterizará junk, ou seja, um título podre.

É válido investir em Títulos Podres?

Ficou bem evidente que o investidor que compra um título podre assume um alto risco de não recuperar o investimento feito, bem como lucrar com o ativo.

Contudo, mesmo sabendo dessas informações, é fato que não se faz certo que os investidores não farão esse tipo de investimento. Isto está relacionado a maior expectativa de retorno.

Pois bem, uma vez que esses títulos possuem maiores riscos, eles necessitam oferecer uma maior promessa de retorno.

 É essa a maior promessa de retorno que representa o poder de convencimento sobre os investidores, para que eles posicionem seus recursos para adquirirem esses papéis.

Dessa forma, os títulos podres também são conhecidos como high-yield bonds, que significa títulos de alto retorno.

Portanto, vendo pela perspectiva que os títulos podres prometem retornos bem mais altos na comparação com a maioria dos títulos bem avaliados, pode valer a pena investir neles (títulos podres).

Muitos especialistas, no entanto, não tratam esse tipo de ativo como um investimento e, sim, como uma aposta.