A TIM (TIMS3) e a Telefônica (VIVT3) lançaram ofertas públicas para venda de metade das antenas que foram recebidas no processo de aquisição das redes móveis da Oi (OIBR3).

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

A Telefônica colocou à venda 1.346 antenas por R$ 50,5 milhões. No caso da TIM, são 3.610 unidades, por R$ 368,8 milhões.

As informações constam em documentos enviados pelas companhias ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A compilação dos dados foi feita pelo Estadão/Broadcast. Para evitar a concentração dos ativos nas mãos de apenas três operadoras após a Oi sair do ramo de telefonia móvel, o Cade determinou que TIM e Vivo deveriam se desfazer de metade das estações rádio-base (ERBs) em seis meses.

Para a Claro, que concentrará menos equipamentos, serão 40% em 12 meses. Até o momento, a Claro não comunicou o Cade sobre o início de sua oferta.

As ERBs são equipamentos com antenas em postes, viadutos, prédios e torres para ativar o sinal de telefonia e internet.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Juntas, Oi, TIM, Vivo e Claro tinham quase 100% do total desses aparelhos. Só a Oi era dona de 14,6 mil ERBs.

Nas ofertas levadas a público neste momento, há ERBs aptas a operar as tecnologias 2G, 3G e 4G, nas faixas de 900 MHz, 1.800 MHz e 2.100 MHz. Vender esses bens não é tarefa fácil.

As antenas têm pouca flexibilidade, pois funcionam especificamente em uma faixa de frequência.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Tim no Primeiro Trimestre de 2022

resultado da Tim (TIMS3) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 03 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 419 milhões no 1t22, uma alta de 51,2% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da TIM atingiu R$ 2,1 bilhões no 1t22, apresentando crescimento de 5,1% na comparação com o 1t21.

A margem Ebitda da TIM totalizou 44,9% no 1t22, apresentando retração de -1,7 ponto percentual na comparação com o 1t21. 

A margem bruta da TIM totalizou 51,3% no 1t22, apresentando retração de -0,5 ponto percentual na comparação com o 1t21.

As ações da Tim (TIMS3) acumulam alta de 0,31% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 17,04% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.