Thomas Malthus é conhecido por suas teorias extremamente influentes sobre o crescimento populacional que "impressionaram" até Darwin.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

O famoso economista britânico do século XVIII propôs em sua teoria malthusiana que a expansão das populações tende a superar seus recursos agrícolas.

Apontando para uma possível crise no mercado de commodities que resultaria em fome, doenças, guerra e outros desastres.

Sua análise do crescimento populacional teve um forte impacto na política social britânica e influenciou intelectuais como Darwin, que construiu sua teoria da seleção natural movido pela obra de Malthus. 

Além dos aplausos, Malthus também recebeu críticas.

Suas teorias foram amplamente desacreditadas pelas inovações na tecnologia agrícola, mas continuam influentes nos campos da biologia evolutiva.

Além de ter extrema importância tanto para o desenvolvimento da teoria econômica.

Thomas Malthus não se limitou à teoria populacional, mas indicou a importância da demanda da análise econômica que era negligenciada na época. 

Conheça mais da vida e carreira do economista e criador da Teoria Malthusiana, Thomas Malthus.

Quem foi Thomas Malthus 

Thomas Robert Malthus (1766 - 1834) foi um economista inglês considerado o pai da demografia, por suas teorias pioneiras sobre a população.

Sua teoria de controle do aumento populacional mais conhecida é a Teoria Malthusiana ou malthusianismo, onde diz que o crescimento populacional sempre tenderá a ultrapassar o suprimento de alimentos.

Vida e carreira

Thomas Robert Malthus nasceu perto de Guildford, no condado de Surrey, Inglaterra, em 13 ou 14 de fevereiro de 1766.

Filho de um rico proprietário de terras, seu pai, Daniel Matlhus, era amigo do filósofo escocês David Hume e seguidor fiel de Jean-Jacques Rousseau, cujo livro Émile (1762) pode ter sido a fonte das idéias liberais do velho Malthus sobre a educação de seu filho. 

O jovem Malthus foi educado domiciliarmente até ingressar no Jesus College, Cambridge, em 1784. 

Lá ele estudou uma ampla gama de assuntos e ganhou prêmios em latim e grego, graduando-se em 1788.

Lá onde obteve um posto de professor em 1793.

Em 1796, Malthus escreveu um panfleto, “A Crise”, no qual apoiava a recente proposição de Leis dos Pobres que recomendava o fornecimento de moradia aos sem-teto e pobres.

Em 1797, Maltus se tornou pastor anglicano e dois anos depois, iniciou uma longa viagem de estudos pela Europa. 

Em 1798, Malthus publicou anonimamente a primeira edição de Um ensaio sobre o princípio da população como ele afeta a melhoria futura da sociedade, com observações sobre as especulações do Sr. Godwin, M. Condorcet e outros escritores. O trabalho recebeu ampla divulgação. 

Em 1804, casou-se com Harriet Eckersall, com quem teve 3 filhos.

Em 1805, Malthus tornou-se professor de história e economia política na faculdade da Companhia das Índias Orientais em Haileybury.

Em 1819 foi eleito membro da Royal Society. Em 1821 ingressou no Political Economy Club, junto com o economista David Ricardo e o filósofo escocês James Mill. 

Em 1824, Malthus foi eleito um dos 10 associados reais da Royal Society of Literature.

Em 1833, foi eleito para a Académie des Sciences Morales et Politiques na França, bem como para a Royal Academy de Berlim. 

Um notável estatístico e proponente da economia política, Malthus  foi co-fundador da Statistical Society of London, em 1834. 

Thomas Malthus morreu em 23 de dezembro de 1834, perto de Bath, Somerset, Inglaterra.

A teoria da população de Malthus foi deixada de lado por um tempo apenas para se popularizar novamente no século 20 , quando o advento da economia keynesiana lançou mais luz sobre a análise fornecida por ele.

A Teoria Malthusiana

No século 18 e no início do século 19, os filósofos acreditavam amplamente que a humanidade continuaria crescendo e se inclinando para o utopismo. 

Thomas Malthus rebateu essa crença, argumentando que segmentos da população em geral sempre foram invariavelmente pobres e miseráveis, o que efetivamente desacelerou o crescimento populacional.

Depois de observar as condições na Inglaterra no início de 1800, Malthus argumentou que as terras agrícolas disponíveis eram insuficientes para alimentar a crescente população mundial. 

Malthus afirmou que o aumento da população ocorrerá, se não for controlado, aumenta em progressão geométrica, enquanto os meios de subsistência aumenta apenas em progressão aritmética.

Sob esse paradigma, os humanos acabariam sendo incapazes de produzir comida suficiente para se sustentar.

Esta ideia foi publicada anonimamente pela primeira vez em 1798 e ficou conhecida como malthusianismo.

Malthus era essencialmente um empirista e tomou como base o elevado crescimento ocorrido na Grã-Bretanha entre 1750 e 1850, quando a população multiplicou-se rapidamente.

Sua teoria agora é considerada amplamente desacreditada, pois as técnicas agrícolas industrializadas permitiram que a produção de alimentos aumentasse muito mais rapidamente do que Malthus previu.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Obras de Thomas Malthus

Thomas Malthus fez inúmeras contribuições literárias para o campo da economia. 

Seu trabalho mais notável 'An Essay on the Principle of Population' foi publicado em 1978. 

Malthus teorizou que o rápido aumento do número de pessoas no mundo industrializado resultaria em salários mais baixos, maior desemprego e, portanto, maior empobrecimento e até fome. 

Esta ideia, e outras sobre o mesmo tema, adquiriram o termo malthusiano ao longo de mais de dois séculos desde que este artigo apareceu originalmente - até hoje, os comentaristas fazem referência aos temas de Malthus ao examinar os crescentes níveis populacionais do mundo.

Seu "Ensaio sobre a População" foi  posteriormente ampliado nas edições seguintes. 

Suas outras publicações incluíram:

Outros trabalhos famosos incluem 'An Inquiry into the Nature and Progress of Rent', publicado em 1815 e Princípios da Economia Política, publicado em 1820.

Thomas Malthus e Charles Darwin

Embora errado em sua previsão de fome em massa devido ao crescimento populacional ultrapassar o crescimento da produção de alimentos, a Teoria Malthusiana tornou-se muito influente entre os pensadores científicos e econômicos. 

A ciência evolutiva em particular apreciou os esforços de Malthus, com Alfred Russel Wallace e Charles Darwin citando seu artigo como uma influência em seus próprios artigos sobre seleção natural.

“Em outubro de 1838, isto é, quinze meses depois de ter começado minha investigação sistemática, aconteceu de eu ler para me divertir Malthus sobre População , e estando bem preparado para apreciar a luta pela existência que em todos os lugares decorre da observação contínua dos hábitos de animais e plantas, ocorreu-me imediatamente que, nessas circunstâncias, as variações favoráveis ​​tenderiam a ser preservadas e as desfavoráveis ​​a serem destruídas. O resultado disso seria a formação de uma nova espécie. Aqui, então, eu finalmente consegui uma teoria pela qual trabalhar", escreve Charles Darwin em sua autobiografia, de 1876.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.