O que é Tesouraria?

Dentro de diversos tipos de empresas, órgãos e entidades, a Tesouraria é o setor responsável pelo controle de seu fluxo de caixa. Essa área contábil tem como principais funções:

  • Mapear todas as entradas e saídas financeiras;
  • Realizar e cobrar pagamentos;
  • Cuidar de contas e encargos;
  • Planejar o fluxo de caixa;
  • E muito mais.

Basicamente, a tesouraria se relaciona com os serviços de gestão dentro de uma companhia. Em organizações públicas, o setor torna-se um órgão separado com a responsabilidade de cuidar de toda a entidade.

Nesses casos, soma-se às suas responsabilidades realizar transações aprovadas de recursos financeiros e os serviços de arquivamento contábil.

Diretamente relacionada ao financeiro, a tesouraria é uma área estratégica em qualquer negócio. Esta permite que as metas financeiras definidas para cada período possam ser alcançadas.

Tal setor contábil e financeiro é tão importante que deve ser praticado até mesmo pelos microempreendedores individuais (MEI). A fim de manter o controle de suas finanças empresariais.

Frente a falta de uma boa gestão neste campo, um empreendimento pode sofrer diversos prejuízos financeiros. Pois, a falta de controle pode causar dívidas e em casos mais extremos, causar falência.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como Funciona a Tesouraria?

A tesouraria funciona de maneira segmentada, dividindo-se em subáreas onde cada uma será responsável por cuidar de uma de suas funções.

De modo a realizar uma gestão contábil e financeira, tal divisão costuma ser feita da seguinte forma:

Para as pequenas e médias empresas, muitas vezes o setor é gerido por uma única pessoa. No caso de MEIs, o próprio empreendedor tende a realizar tais funções ou as terceirizar.

A organização também é um dos papéis essenciais da tesouraria, o que faz com que o armazenamento de dados financeiros seja realizado nesse setor.

Em uma empresa, diariamente várias operações financeiras são realizadas. Para que tudo seja devidamente registrado e armazenado de forma acessível, a tesouraria também entra em ação.

Isso é essencial para que o financeiro possa acompanhar seus débitos e créditos. Seja para manter suas contas em dia ou os seus recebimentos de forma a garantir um fluxo de caixa positivo.

Em relação aos pagamentos, esse setor cuida tanto de colaboradores, quanto fornecedores, serviços contratados e produtos adquiridos. Sempre fiscalizando encargos e tributos que devem ser pagos.

A tesouraria também atua de forma a buscar meios de promover um crescimento e manutenção sustentável do negócio. Tais tarefas ficam a cargo dos subsetores de aplicação e captação de recursos.

No dia a dia, o trabalho da captação é encontrar investidores ou até mesmo linhas de crédito para financiamento de suas atividades. 

Do outro lado, o trabalho do pessoal de aplicação é garantir o uso dos recursos financeiros adquiridos de forma coerente e assertiva.

Assim, promovendo um crescimento e evitando prejuízos.

Projeções orçamentárias e financeiras ficam por conta da equipe que planeja e gerencia o fluxo de caixa. Responsável ainda pelos lançamentos diários das operações financeiras da empresa.

Qual a Importância da Tesouraria nos Negócios?

A tesouraria tem como dever fazer a administração do caixa de um negócio e a alocação de capital. Tudo isso de acordo com o seu planejamento estratégico financeiro, incluindo seus investimentos.

Ou seja, essa área atua na gestão de curto prazo de uma empresa, órgão ou instituição. Se relacionando então, com todas as áreas de forma direta ou indireta, ao realizar atividades como:

  • Em situações mais avançadas, seu trabalho inclui fazer a negociação e controle de aplicações dos recursos financeiros;
  • Ser responsável pelos dados que compõem a conta caixa no balanço patrimonial de uma empresa;
  • Cuidar da rotina de crédito e cobrança, tendo que analisar cadastro de clientes.

No primeiro caso, a tesouraria deve analisar os índices de rentabilidade que estas aplicações apresentam, para que seja possível os realocar quando necessário.