O que é Terceirização?

A terceirização acontece quando uma empresa faz a contratação de outra empresa (terceiros). Com o objetivo de delegar a ela a fabricação de algum produto ou parte de um.

Ou até mesmo, buscando uma prestação de seus serviços. De modo que ao fazer isso, ela não precisa cuidar de todos os aspectos de seu negócio de forma interna.

Por exemplo, uma agência de marketing que contrata serviços de um freelancer para cuidar de artes visuais para seus clientes. Aqui vemos uma terceirização de serviço.

Já uma terceirização de produto pode ser, por exemplo, uma fábrica de bolos que compra geleias prontas para usar de recheio, de um negócio local especializado nesse doce.

O ato de terceirizar partes de um processo os torna mais eficientes e econômicos. Ao fazer isso, a empresa reduz a necessidade de contratar pessoas de forma fixa para suprir eventuais demandas.

Tal como, reduz a sobrecarga de trabalho em colaboradores já ocupados com suas próprias demandas. Muitas vezes, que nem aptos estão para lidar com um outro tipo de tarefa solicitada.

A terceirização é classificada então como um trabalho B2B (business to business) - “negócio para negócio”. Esse tipo de contratação possui direitos garantidos por lei, mas diferencia-se da contratação CLT.

Isso porque o vínculo de trabalho do terceirizado é com a empresa através da qual presta seus serviços ou produtos, e não pela empresa contratante desses.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como Funciona a Terceirização?

O processo de terceirização ocorre de forma simples, através da delegação de parte de um processo de uma empresa para outra. Como nos exemplos que mencionamos antes.

De forma geral, as empresas costumam terceirizar atividades para outros negócios especializados naquilo que elas precisam. Mas, não há funcionários especializados naquilo.

Seja porque o custo de contratar um colaborador desse tipo é alto. Ou até mesmo pela demanda dessa habilidade ser esporádica. Exemplos clássicos de terceirização são a contratação de serviços de:

  • Contabilidade;
  • Advocacia;
  • Limpeza;
  • Etc.

Assim como a compra de pneus por grandes indústrias automobilísticas. Ou seja, é um tipo de contratação bastante comum quando uma demanda não está relacionada à atividade principal do negócio.

No entanto, sendo a principal atividade da empresa contratada para terceirizá-la. Em geral, existem dois tipos de contratação terceirizada, sendo elas feitas entre:

No primeiro caso, trata-se de um contrato de pejotização, no qual o trabalhador não possuirá nenhum tipo de vínculo empregatício com a empresa contratante.

Enquanto numa contratação B2B, o colaborador da empresa terceirizada tem seus direitos garantidos pela empresa para a qual trabalha. A contratada, e não contratante da terceirização.

Ou seja, seus direitos são garantidos de acordo com as Leis Trabalhistas determinadas na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), ao ter sua carteira de trabalho assinada.

Quais as Vantagens da Terceirização?

A terceirização é uma contratação que oferece inúmeras vantagens e por isso, tornou-se tão popular. Mas, a redução de custos e de colaboradores, são as mais valorizadas.

Quando um serviço ou etapa de produção são terceirizados, a empresa consegue diminuir suas equipes. Pois, deixará nela apenas colaboradores essenciais para as atividades de seu core business.

Ou seja, sua atividade-foco (principal), aquelas relacionadas diretamente ao seu núcleo de geração de valor. Com uma equipe mais enxuta é possível reduzir custos humanos.

Além dos custos operacionais pois, para aquela empresa que tem como core business a atividade que a contratante precisa, os custos do produto ou serviço se tornam menores.

Para quem decide terceirizar isso é uma economia não apenas humana como de custos operacionais. Isso porque não haverá a necessidade de comprar equipamentos e ferramentas para suprir aquela necessidade.

Outras das vantagens que a terceirização proporciona também são:

  • Flexibilidade e adaptabilidade às mudanças do mercado consumidor;
  • Mais agilidade no fluxo de trabalho e tomada de decisões;
  • Redução da burocracia com contratos e outros aspectos;
  • Diminuição dos setores e um organograma menor;
  • Melhorias e facilidades na gestão de equipes;
  • Estruturas e processos otimizados.

Quais as desvantagens da Terceirização?

Apesar oferecer inúmeras vantagens, todo processo possui também desvantagens e os principais da terceirização são:

  • Falta de identificação por parte do colaborador: ao ser terceirizado ele não conhece a cultura e valores da empresa contratante à qual é terceirizado, se sentindo deslocado ou desconectado;
  • Baixa qualidade nos serviços/produtos: ocasionada pela falta de vínculo direto.  Seja por não se sentir pertencente àquele ambiente em que atua ou pela falta de acompanhamento de seus processos.