A construtora e incorporadora Tenda (TEND3) totalizou um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 769,1 milhões em lançamentos no segundo trimestre de 2022, segundo prévia operacional divulgada na segunda-feira, 18, pela empresa.

Isso significa queda de 22,0% ante o mesmo período de 2021, e recuo de 64,6% na comparação com o trimestre anterior.

De abril a junho de 2022, as vendas líquidas totalizaram R$ 558,4 milhões, uma queda de 34,9% na base anual e de 3,5% ante o trimestre imediatamente anterior.

A velocidade sobre a oferta (VSO líquida) foi de 22,8% no segundo trimestre, queda de 11,5 pontos porcentuais ante o mesmo período de 2021 e de 3,3% sobre o primeiro trimestre de 2022.

Segundo a Tenda, a relação distratos sobre vendas brutas encerrou o segundo trimestre de 2022 em 24,0% apresentando aumento de 13,5 pontos porcentuais (p.p.) na comparação anual e de 3,7 p.p. sobre o primeiro trimestre deste ano.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

"Apesar deste indicador estar acima dos patamares históricos, temos a partir dele a oportunidade de revendermos unidades distratadas com importantes ganhos de preço", explica a empresa, no comunicado que acompanha as prévias operacionais.

No segundo trimestre de 2022, o banco de terrenos atingiu o VGV de R$ 12,9 bilhões, 7,8% a mais que no mesmo trimestre de 2021 e de 0,2% na comparação com janeiro a março deste ano.

Resultado da Tenda no Primeiro Trimestre de 2022 

resultado da Tenda (TEND3) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 16 de maio, apresentou um prejuízo de R$ 67,3 milhões no 1T22, contra lucro de R$ 36,9 em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. 

Ebitda da Tenda atingiu R$ 4,7 milhões no 1T22, apresentando queda de -94,5% na comparação com o 1T21.

margem Ebitda da Tenda totalizou -0,8% no 1T22, apresentando baixa de -13,4 pontos percentuais na comparação com o 1T21. 

margem líquida da Tenda atingiu -11,8% no 1T22, apresentando queda de -17,8 pontos percentuais na comparação com o 1T21.

As ações da Tenda (TEND3) acumulam queda de 30,02% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 83,53% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.