A Telefônica Brasil (VIVT3) informou nesta quarta-feira (20), que adquiriu a totalidade das ações de emissão da Garliava RJ Infraestrutura e Redes de Telecomunicações, que representa sua parcela da UPI Ativos Móveis da Oi, cuja venda foi concluída neste dia 20 de abril.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Pela Garliava, a Telefônica pagou R$ R$ 5,373 bilhões, que inclui ajustes de preço, como a posição de caixa líquido no valor de R$ 82,756 milhões.

Dessa forma, a Companhia pagou nesta quarta R$ 4,884 bilhões, sendo que R$ 1,561 bilhão foi transferido diretamente para o BNDES, conforme previsto no contrato.

Do total, R$ 488,458 milhões, ou 10% do pagamento efetuado, permanecerá retido para garantir eventuais compensações de valores decorrentes do ajuste de preço e poderão ser pagos em até 120 dias contados da presente data.

Além disso, a companhia assumiu um compromisso de pagamento complementar de até R$ 115 milhões, condicionado ao cumprimento de determinadas metas de migração de bases de clientes e frequências pela Oi nos próximos 12 meses, dos quais R$ 40 milhões foram pagos nesta quarta.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

A Telefônica Pagou ainda R$ 147,551 milhões por serviços de transição a serem prestados por até 12 meses pela Oi para a Garliava necessários à continuidade da operação do negócio de telefonia móvel, já retirados os custos relacionados a determinados serviços de transição.

Além disso, a companhia assinou um Contrato de Capacidade de transmissão de dados na modalidade take-or-pay, com valor presente líquido (VPL) de R$ 179 milhões, a serem pagos mensalmente, durante o período de 10 anos.

O conjunto de ativos da UPI Ativos Móveis que ficaram com a Telefônica é composto de aproximadamente 12,5 milhões de clientes, ou 30% da base total; espectros de 43MHz como média nacional ponderada pela população, o que representa 46% das radiofrequências da UPI; e contratos de uso de 2,7 mil sites de acesso móvel (19% do total).

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

"Esta transação traz benefícios ao setor de telecomunicações do Brasil, ampliando a capacidade de realização de investimentos e criação de inovações tecnológicas de maneira sustentável e racional, contribuindo para a digitalização do país através da construção e expansão de redes em tecnologias de ponta, como 5G e fibra, o que se traduz em serviços com melhor cobertura e qualidade aos usuários", diz a Telefônica no fato relevante.

A transação terá que ser ratificada em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) de acionistas a ser convocada.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

No dia 28 de abril, a companhia realizará uma teleconferência com o mercado para detalhar a operação.

Resultado da Telefônica no Quarto Trimestre de 2021

resultado da Telefônica (VIVT3) no quarto trimestre de 2021 (4t21), divulgado no dia 22 de fevereiro, apresentou um lucro líquido de R$ 2,6 bilhões no 4T21, uma alta de 103,2% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Ebitda recorrente da Telefônica atingiu R$ 4,9 bilhões no 4T21, apresentando crescimento de 1,2% na comparação com o 4T20.

margem Ebitda recorrente da Telefônica totalizou 42,9% no 4T21, apresentando retração de -0,7 ponto percentual na comparação com o 4T20.

margem líquida da Telefônica atingiu 22,8% no 4T21, apresentando crescimento de 11,3 pontos percentuais na comparação com o 4T20.

As ações da Telefônica (VIVT3) acumulam queda de 0,49% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 27,84% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.